Taubaté chega a três casos de sarampo confirmados

O primeiro caso havia sido confirmado em julho, uma mulher de 54 anos, moradora da região da Vila São José


Balanço atualizado da Vigilância Epidemiológica de Taubaté indica dois novos casos de sarampo confirmados. Com isto, o município chega a três casos confirmados da doença este ano e a 17 casos suspeitos em investigação.

Os casos confirmados são os de uma mulher de 24 anos, moradora do Jardim Califórnia, e de um homem de 28 anos, morador da Vila Marli. A notificação destes casos ocorreu nos dias 11 e 14 de julho, respectivamente. As duas pessoas passam bem e em ambas as situações foram realizadas ações de bloqueio vacinal no entorno.

O primeiro caso havia sido confirmado em julho, uma mulher de 54 anos, moradora da região da Vila São José.

Frente ao atual evento de surto, com 1.319 casos confirmados no Estado de São Paulo, houve alteração no protocolo de fechamento dos casos suspeitos de sarampo  pelo Ministério da Saúde. Os casos foram confirmados com a metodologia PCR (Reação de Cadeia da Polimerase) em tempo real para o vírus.

Taubaté iniciou esta semana a vacinação de crianças entre seis meses e 11 meses contra o sarampo. As doses contra o sarampo estão disponíveis em todas as unidades de saúde que dispõem de salas de vacinação em Taubaté. A relação das unidades pode ser conferida pelo link http://www.taubate.sp.gov.br/unidadesdesaude/.

A Vigilância Epidemiológica de Taubaté reforça que, mesmo com a aplicação dessa dose, estão mantidas as demais vacinações no calendário, aos 12 meses e reforço aos 15 meses.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3629-6232.

Retire suas dúvidas:

Quem pode tomar a vacina?

Esquema especial

Crianças entre 6 meses e 11 meses: vacina SCR (sarampo - caxumba - rubéola)

Ações de rotina

- pessoas entre 1 e 29 anos de idade: duas doses com intervalo mínimo de 30 dias

- pessoas entre 30 e 59 anos de idade: uma dose

- pessoas com 60 anos ou mais de idade: não precisam ser vacinadas

Quem não precisa tomar a vacina?

Quem está com a carteirinha de vacinação em dia

Quando não posso tomar a vacina?

- A vacina SCR não deve ser administrada simultaneamente com a vacina febre amarela. Nesse momento, reforça-se a necessidade de priorizar a vacinação com SCR, devendo-se agendar a dose da vacina febre amarela com intervalo de 30 dias.

728x90