Segundo macaco é encontrado morto em Lorena em menos de uma semana

Fragmentos do animal serão enviados ao laboratório Adolfo Lutz para análise


Outro macaco foi encontrado morto no último domingo (13) em Lorena. O animal estava próximo à USP, na rodovia que liga Lorena ao Sul de Minas (BR-459), sem sinais de violência. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde já deram início ao processo de investigação para verificar se há contaminação pelo vírus da Febre Amarela. Para isso, fragmentos do macaco serão enviados ao laboratório Adolfo Lutz (Taubaté).

A morte dos macacos é considerada um evento sentinela que pode indicar a circulação do vírus da febre amarela em uma região. Atualmente, além do caso registrado neste domingo, uma morte de macaco registrada na Vila Portugal, no dia 07 de maio, está sendo investigada.

Em mais uma ação de prevenção, equipes da Vigilância Epidemiológica estarão a partir da tarde desta segunda-feira (14) com vacinação casa a casa na região. É importante destacar que todas as unidades de saúde da cidade estão disponíveis para imunização da população, de segunda a sexta, das 7h às 16h30.

Em Lorena, não há casos confirmados da doença, porém a falta de adesão da população à campanha contra a Febre Amarela é preocupante. Hoje, apenas 35% do público-alvo está imunizado.

anuncio