Santa Casa de Cruzeiro nega omissão no atendimento após morte de menina de 3 anos

A diretoria do hospital aguarda os exames realizados pelo Instituto Médico Legal de Cruzeiro (IML) para divulgar a causa da morte oficialmente




Uma menina de 3 anos morreu na noite da última terça-feira (28/03), na Santa Casa da cidade de Cruzeiro. O fato ocorreu por volta das 22h, quando Jenyffer Vitória Correia Ribeiro deu entrada com quadro de vômito e febre.

Segundo os familiares, a menina estava fraca e vinha passando por atendimento no hospital desde sexta-feira (24), sendo diagnosticada com virose. No sábado (25), passou por Raio-X, quando a médica pediatra diagnosticou uma pneumonia. Ela recebeu atendimento ambulatorial e a família voltou para casa com a medicação a ser administrada em domicílio.

No entanto, os sintomas persistiram e novamente os familiares a levaram ao hospital, na terça-feira. Ainda segundo os familiares, foi atendida pelo médico de plantão, que determinou que a família aguardasse no corredor, à espera da aplicação do soro. Mas Jenyfeer passou a sentir fortes dores e não resistiu, morrendo ali mesmo, nos braços da mãe.

Posicionamento da Santa Casa - A Secretaria de Saúde de Cruzeiro vem a público esclarecer que, ante o falecimento de uma criança de três anos no Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia, apurou internamente os fatos e constatou, por meio de fichas de atendimento ambulatorial, que não houve atraso ou omissão ao socorro da paciente.

A diretoria do hospital aguarda os exames realizados pelo Instituto Médico Legal de Cruzeiro (IML) para divulgar a causa da morte oficialmente. Ressalta ainda a solidariedade à família e se faz próxima dos pais prestando toda a assistência necessária. 

anuncio