Pronto-Socorro de Pinda terá nova administração a partir de sábado

Segundo Isael, mudança era inevitável por questões financeiras e principalmente por problemas graves no atendimento




O Pronto-Socorro de Pindamonhangaba terá nova administração a partir desse sábado (6), a informação foi confirmada pelo prefeito Isael Domingues. Agora, o atendimento será feito pela Organização Social ABBC (Associação Brasileira de Beneficência Comunitária).

Segundo o prefeito, quando assumiu a administração da cidade, já existia um convênio com a Santa Casa para administrar o PS no valor mensal de R$ 1.640.000,00. Porém o convênio já estava para vencer e pouca coisa pode ser feita para negociação, já que a Santa Casa queria um valor maior, o que fugia do orçamento da Prefeitura.

"Quando assumimos, já existia esse contrato da administração anterior e pedimos uma readequação de 9 meses, que a Santa Casa achou muito tempo para manter no mesmo valor e queriam um novo contrato acima de R$ 1.800.000,00, valor inviável para a Prefeitura. E uma nova licitação era inevitável", explicou o prefeito. "Esses fatos se juntaram com reclamações da população, grandes esperas para atendimento e consultas, além de problemas estruturais. Então achamos que era momento de procurar novas organizações com outras filosofias de trabalho", completa.

Ainda de acordo com o prefeito, a organização social vencedora do chamamento público, que foi realizado entre seis organizações, foi a que apresentou a melhor proposta técnica e com o valor mais adequado. O contrato tem duração de 6 meses e a ABBC receberá mensalmente R$ 1.519.348,65 e será responsável por médicos e enfermeiros, todo atendimento, além de parte estrutural, como manutenção e reparo de equipamentos, laboratório, parte médica, e chega também com uma proposta de 2 horas máximas de espera.

"A empresa irá trazer um novo fluxo de atendimento e isso trará um impacto grande e positivo para a saúde da cidade. Com o novo contrato, teremos uma economia de quase meio milhão, dinheiro que será usado para resolver inúmeros problemas na área da saúde. Além disso, fiz questão de checar o trabalho da ABBC em outros locais em que administra para avaliar a qualidade e também teremos uma fiscalização intensa com auditores, para que respeitem a pessoa atendida e o contrato proposto. Se falharem, não recebem. E não será assim só para o Pronto Socorro, mas também para o novo contrato com a Santa Casa e qualquer outro que envolva serviços que impactam diretamente a população", assegura o prefeito.

Outro ponto que Isael ressaltou foi sobre a reforma do Pronto-Socorro. Ele acredita que até o meio do ano comece as obras. “Inicialmente, a ABBC fará uma pequena reforma no prédio com custo próprio, principalmente na parte de pintura, troca de equipamentos e móveis do local, etc. E eu espero que até julho desse ano já poderemos iniciar a reforma do Pronto-Socorro. O projeto já está todo pronto, na parte de licitação, e será mais um ponto positivo para melhorar o atendimento de saúde na cidade”, finaliza.


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.