Prefeitura de São Sebastião registra marca de 600 cirurgias por videolaparoscopia

Cidade é a única do Litoral Norte a oferecer procedimento pelo SUS


A Prefeitura de São Sebastião atingiu a marca de 600 cirurgias realizadas por videolaparoscopia, desde que a técnica passou a ser utilizada no Pronto Socorro (PS) do Hospital de Clínicas (HCSS) da cidade, em 2017. 

O município é o único do Litoral Norte a oferecer esse tipo de procedimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), beneficiando principalmente pacientes com quadro de pedras na vesícula.  

Segundo o médico cirurgião do HCSS, Rafael Arouca, que também atua no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, a utilização do método em São Sebastião conta ainda com outros ineditismos.

"Também somos pioneiros na região com relação ao uso na técnica em cirurgias de apendicite, esôfago, hérnia inguinal, tumores de intestino, entre outras operações", destacou Arouca.

Os pacientes do município são atendidos por encaminhamento ambulatorial ou em caso de urgência. O processo normalmente leva em média de 30 a 45 dias até a operação, uma vez que é necessária prévia avaliação médica e a realização de exames pré-operatórios.   

Além de Rafael Arouca, a equipe médica responsável pelos atendimentos é formada pelos cirurgiões Luis Fernando Liborio e Marco Pandini, ambos especialistas em laparoscopia.

O prefeito Felipe Augusto destacou a importância dos investimentos municipais no setor de saúde. "Esse é um compromisso que assumimos, no sentido de melhorar a qualidade de vida do sebastianense. Nosso hospital garante esse procedimento de videolaparoscopia pelo SUS, sendo referência no Litoral Norte, atendendo, portanto, aos municípios vizinhos. Continuaremos investindo na saúde porque essa é uma das principais metas da administração", afirmou o prefeito.

anuncio