Poupafarma fará campanha do Dia Mundial da Diabetes em Pindamonhangaba

A empresa organiza uma ampla ação gratuita de combate à doença em 22 lojas


Neste dia 14 de Novembro, é comemorado o Dia Mundial da Diabetes, data definida pela Federação Internacional de Diabetes e Organização Mundial da Saúde, desde 1991.

E a Poupafarma não poderia deixar de contribuir em prol de uma causa tão importante na saúde pública do Brasil, considerando que a empresa preza sempre pela saúde e qualidade de vida de seus clientes. Por isso, durante o mês de novembro será realizada uma ampla ação gratuita de prevenção da doença com medição de glicemia em 22 lojas, nas cidades de Botucatu, Campo Limpo Paulista, Cotia, Guarujá, Itanhaém, Itapecerica da Serra,  Lins, Marília, Pindamonhangaba, Praia  Grande, Santos, São José do Rio Preto, São Paulo, São Vicente e Taubaté.

O objetivo dessa atividade é a detecção de pacientes com suspeita da doença ou mau controle, e a devida orientação para o encaminhamento ao médico.

A gerente do núcleo farmacêutico da rede Poupafarma, Ana Cláudia R. Hadid, explica que a diabetes não tem cura, mas é possível levar uma vida normal se for bem controlada. " Não há métodos para sabermos quem terá diabetes 1, e nem como evitá-la. Já  a diabetes tipo 2, dá sinais claros, e pode ser evitada - ou retardada, no caso de pessoas com predisposição genética - através de um peso adequado, alimentação saudável e balanceada e fazendo exercícios físicos regularmente".

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Diabetes e o Ministério da Saúde, o Brasil tem hoje mais de 16 milhões de pessoas vivendo com diabetes. O país é quarto com maior número de casos da doença no mundo, que responde também pela quarta maior causa de mortes. A doença já atinge mais de 400 milhões de pessoas no mundo, causando mais de 5 milhões de  mortes anuais.

E para que a população saiba mais como prevenir, ou aprenda a conviver bem com a doença, abaixo algumas dicas divulgadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS):

Diagnóstico precoce

Como acontece com qualquer doença, o diagnóstico precoce é fundamental para o tratamento. Preste atenção: se você percebeu que está urinando demais (poliúria) e sente muita sede e fome ao longo do dia, procure imediatamente um serviço de saúde. Alterações visuais, impotência sexual, fungos nas unhas e na pele, feridas que não cicatrizam rápido e obesidade também são indicativos para um possível quadro de diabetes. Ainda vale lembrar que os casos aumentam com a idade. Então, a partir dos 40 anos é importante fazer um exame de glicemia.

Monitoramento

Diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. Por isso, o diabético precisa evitar que os níveis de açúcar no sangue (glicemia) fiquem muito altos. Há diversas formas e métodos para acompanhar essas variações de acordo com a idade do paciente: hemoglobina glicada, glicemia pós-prandial e frutosamina são alguns. O paciente também pode fazer o seu monitoramento diário com um aparelho medidor de glicemia. Inclusive, hoje é possível contar com o auxílio de aplicativos. O monitoramento constante e cuidadoso ajuda muito no que diz respeito à próxima dica: a alimentação.

Alimentação

Contar com o acompanhamento de nutricionista é uma boa ideia. Esses profissionais podem elaborar cardápios que ajudam no controle da glicemia e, olha só, podem proporcionar um equilíbrio para que você não abandone tudo o que gosta de comer. Mas há dicas para qualquer paciente praticar sozinho. Uma delas é o que se chama de fracionar a alimentação, comer várias vezes ao dia (de 3 em 3 horas) para evitar os "picos de glicose". Evite também açúcar refinado e alimentos ultraprocessados.

Tenha a rotina de uma pessoa saudável

É óbvio! Como qualquer um, o diabético precisa de hábitos saudáveis. Uma pessoa sedentária se torna alvo mais fácil para qualquer problema de saúde. Portanto, faça exercícios. Atividade física é essencial para melhorar a saúde do coração, das vias respiratórias e tudo isso ajuda no controle da diabetes. Para complementar, não esqueça de duas coisas que fazem bem para todo mundo: hidratação e cama. Tome bastante água, evite bebidas alcoólicas ou industrializadas e durma bem! Sim, uma boa noite de sono ajuda a regular os níveis de colesterol e de glicose do sangue.

anuncio