Pinda anuncia investimento de R$ 2 mi para compra de medicamentos e reforma do Pronto Socorro

Ações foram divulgadas pela Prefeitura e fazem parte da reformulação da área de Saúde, prioridade do atual prefeito




A Prefeitura de Pindamonhangaba anunciou um investimento de R$ 2 milhões na compra de medicamentos e a reforma do Pronto Socorro Municipal, as duas primeiras ações da reestruturação da Secretaria de Saúde, pasta que agora é comandada por Valéria Santos.

De acordo com a Prefeitura, a falta de medicamentos na Farmácia Municipal foi um dos problemas mais sérios encontrados pela nova administração, por isso o investimento de aproximadamente R$ 2 milhões, que ocorreu na primeira quinzena de janeiro. A expectativa é que a compra estabilize em 30 dias a falta de medicamentos na farmácia, normalizando a entrega em pelo menos 4 meses.

A Prefeitura explica que a falta de remédios nos últimos meses ocorreu por conta de um problema de licitação, realizado em outubro pela administração anterior.

Já o segundo anúncio é a reforma do Pronto Socorro Municipal. Nos próximos três meses se dará andamento ao processo burocrático de projetos e licitação. Após essa fase, começarão as primeiras obras. A verba foi contemplada junto ao Governo Estadual em 2016, no valor de R$ 1,5 milhão aproximadamente.

Segundo a Prefeitura, a obra praticamente duplicará o Pronto Socorro. A parte superior, que era a antiga sede da Secretaria de Saúde, vai ser o primeiro local a receber obras. Após a finalização do piso superior, o térreo em operação do PS será alocado neste andar, para que não precise parar as operações do PS durante a reforma.

Com o retorno da parte térrea, o piso superior será transformado em atendimento de emergência infantil, com entrada separada do PS. E no prédio comprado da Unimed, o antigo PA, será criado um Centro Especializado Materno Infantil.

"O prédio comprado anteriormente para ser o PS infantil não é adequado para receber todos os equipamentos necessários para atendimento de emergência para crianças. Um pronto socorro infantil junto ao PS e ao lado da Santa Casa dará toda a retaguarda de atendimento. E o antigo prédio comprado da Unimed será usado para atendimentos especializados para mulheres e atendimentos básicos para crianças", explicou a secretária de Saúde, Valéria dos Santos.

Com estas adequações, após o fim da reforma, o PS terá dois andares para atendimento.

anuncio