Governo de SP solicita 31 milhões de doses extras da vacina contra a gripe

Campanha de vacinação será ampliada para toda a população; Doses protegem contra os vírus H1N1, A/Hong Kong (H3N2) e B/Brisbane


O Governo do Estado de São Paulo solicitou o envio de 31 milhões de vacinas contra a gripe para ampliar a campanha de vacinação para toda a população, não apenas aos grupos prioritários, como recomendou o Ministério da Saúde.

Até o momento, 9,4 milhões de doses foram aplicadas no Estado, em pessoas incluídas nos grupos prioritários e específicos. São Paulo ainda dispõe de 3,6 milhões de doses, destinadas prioritariamente aos grupos vigentes.

A campanha atual de vacinação prioriza bebês a partir dos seis meses e crianças menores de cinco anos de idade, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), indígenas, profissionais de saúde que trabalham em serviços públicos e privados, professores das redes pública e privada.

A vacina, além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, também protegem contra os vírus A/Hong Kong (H3N2) e B/Brisbane. A vacina foi produzida pelo Instituto Butantan, órgão ligado à pasta, através de um processo de transferência de tecnologia.

Conforme preconiza o Ministério da Saúde, somente casos de gripe grave, caracterizados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), independentemente do tipo, são de notificação obrigatória no Brasil.


*Fonte: SP Notícias

anuncio