Estudo mostra que fazer exercícios antes do café da manhã queima duas vezes mais gordura

De acordo com os pesquisadores, no entanto, isso não significa que a medida seja eficiente para a perda de peso a longo prazo


Pular ou não o café da manhã? Essa dúvida assola até mesmo a comunidade científica, que já produziu pesquisas contraditórias sobre o tema. De forma geral, acredita-se que a refeição é importante, mas para alguns organismos não é essencial. Agora, um grupo de pesquisadores britânicos descobriu que fazer exercícios antes da primeira refeição do dia pode ser mais eficiente para a queima de gordura.

O estudo foi publicado no Journal of Clinical Endocrinology e dividiu os participantes em três grupos: o primeiro fez exercícios em jejum, enquanto o segundo fazia atividades físicas depois do café da manhã. Já o terceiro não fez nenhuma mudança no estilo de vida. Aqueles que praticaram exercícios antes da refeição tiveram uma queima de gordura duas vezes maior do que o grupo 2. 

A justificativa dada pelos pesquisadores tem a ver com o nível de insulina, hormônio que regula a quantidade de glicose no sangue. Quando acordamos, o nível está baixo, por causa do tempo que ficamos sem comer. Resultado: com os exercícios, o corpo não tem fonte de energia para gastar e passa a utilizar o estoque de gordura presente no organismo.

Isso não significa, contudo, que há maior perda de peso. Os pesquisadores ainda precisam realizar estudos de longo prazo, além de observar se eles também são válidos para mulheres. Caso afirmativo, você pode pegar seu tênis nike feminino (ou de qualquer outra marca da sua escolha) e sair para correr ou caminhar antes do café da manhã. Mas, antes, não esqueça de consultar um profissional da saúde, como um médico, nutricionista ou preparador físico.

Para obter um estilo de vida realmente saudável, o indicado é procurar ajuda profissional e mudar alguns hábitos simples do cotidiano. Tudo começa pela alimentação e por este motivo ela deve ser balanceada, incluindo todos os nutrientes: proteínas, carboidratos, vitaminas, gorduras boas e minerais. Na realização de atividades físicas também é possível contar com a ajuda de suplementos alimentares, mas eles nunca podem substituir as refeições -- como o nome já diz, funcionam apenas como um complemento.

anuncio