Caraguatatuba amplia faixa etária em Vacinação Contra Sarampo

As crianças de seis meses a 11 meses também deverão ser vacinas, a doença nesta idade corre um risco maior de complicação


Mesmo sem ter nenhum caso confirmado de sarampo no município, a Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Saúde, convoca toda população para comparecer à Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência para atualização da carteirinha de vacinação com ênfase na vacina contra o sarampo.

As crianças de seis meses a 11 meses também deverão ser vacinas, pois, segundo o Ministério da Saúde, a doença nesta idade corre um risco maior de complicação. Entre as principais complicações, estão pneumonia e encefalite.

A proteção da vacina contra o sarampo, nessa faixa etária, é um pouco menor (cerca de 70 a 80%), devido a presença de anticorpos maternos. Por isso, essas crianças deverão ser revacinadas, aos 12 e 15 meses (de acordo com o calendário básico).

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, neste momento, a vacinação será de modo indiscriminado a partir dos seis meses de idade, sem limite de idade (exceto nas situações de contraindicações).

O que é sarampo?

Segundo o Ministério da Saúde, o sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, mas que pode ser prevenida pela vacina. Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade da doença, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. Em algumas partes do mundo, a doença é uma das principais causas de morbimortalidade entre crianças menores de cinco anos de idade.

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo. Atualmente, o país enfrenta dois surtos de sarampo, em Roraima e Amazonas. Além disso, alguns casos isolados e relacionados à importação foram identificados em São Paulo, Rio Grande do Sul, Rondônia e Rio de Janeiro.

Contágio

A Secretaria de Saúde de Caraguatatuba alerta que o contágio do sarampo é feito por via respiratória, o que aumenta ainda mais a importância da prevenção pois trata-se de doença com alto índice de contaminação. Cada paciente contaminado pode transmitir a doença para até outras 20 pessoas sadias.

Sintomas

- Febre alta, acima de 38,5°C;

- Dor de cabeça;

- Manchas vermelhas, que surgem primeiro no rosto e atrás das orelhas, e, em seguida, se espalham pelo corpo

- Tosse;

- Coriza;

- Conjuntivite;

- Manchas brancas que aparecem na mucosa bucal conhecida como sinal de koplik, que antecede de 1 a 2 dias antes do aparecimento das manchas vermelhas

anuncio