Obras de duplicação do trecho de Serra da Rodovia dos Tamoios estão previstas para terminarem em 2020

São 22 frentes de obras, compreendendo 21,6 km de novas pistas onde cerca de 15,45 km serão viabilizados por túneis e viadutos


A duplicação do trecho de Serra da Rodovia dos Tamoios representa a modernização do corredor logístico estratégico para o turismo e economia das regiões do Vale do Paraíba e Litoral Norte. A duplicação do trecho de Serra compreende 21,6 quilômetros de novas pistas – entre o km 60,4 e o km 82 –, dos quais cerca de 15,45 quilômetros estão sendo viabilizados por meio de túneis e viadutos, protegendo a floresta existente.

A duplicação tem 85% da sua área no Parque Estadual da Serra do Mar, o que é um desafio ambiental e de engenharia. Diante disso, o projeto é composto por túneis e viadutos, representando cerca de 72% do total da obra, preservando ao máximo a mata e a diversidade ecológica da região.  Um dos trechos será desenvolvido com o “Cable Crane”, um modelo de construção que usa um teleférico de carga conduzido por cabos, realizando o transporte de materiais e de pessoas, evitando a abertura de novos acessos dentro da mata. É a primeira vez no Brasil que essa metodologia está sendo empregada e o projeto recebeu o prêmio Eco de Sustentabilidade da Câmara de Comércio Americana e Jornal O Estado de SP.

Com um traçado moderno, a nova pista será utilizada para atender o tráfego de subida da Serra, sentido São José dos Campos, e contará com duas faixas de rolamento e acostamento, permitindo que o tempo de viagem seja reduzido significativamente. A previsão é de que trafeguem por dia no novo trecho cerca de 35 mil veículos. A pista atual do trecho de Serra será utilizada somente para descida, sentido Litoral, e passa por diversas obras realizadas pela Concessionária Tamoios, muitas delas já concluídas, como ampliação de curvas, iluminação, melhorias do pavimento e sinalização.

Com início em 2015, as obras têm previsão de conclusão para dezembro de 2020, e atualmente geram 2.238 empregos diretos, incluindo a administração da rodovia. São 22 frentes de trabalho, representando um avanço de 32,28% do total da duplicação. Para os próximos meses, serão entregues quatro quilômetros de duplicação, entre o km 60,4 e o km 64,4, incluindo a Ponte de Paraibuna.

Inaugurada pelo Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, em agosto de 2017, as obras de construção do Túnel 1 (km 65) da nova pista está com progresso de 18,75% e, quando concluído, terá 2.850 metros de extensão.

O Túnel 5, atualmente com 2.021 metros de extensão e 55% de avanço, que também foi inaugurado por Geraldo Alckmin em abril de 2016, conta com duas frentes de trabalho: uma em Caraguatatuba e outra em Paraibuna, no km 78 da Tamoios. Esse túnel terá 3.696 metros de extensão.

As obras dos Contornos (Norte e Sul), com 33,9 quilômetros e passando pelas cidades de Caraguatatuba e São Sebastião, estão atualmente em construção sob responsabilidade da DERSA -  Desenvolvimento Rodoviário S/A. Quando o trecho estiver concluído, passarão a ser administrados pela Concessionária Tamoios.

 

anuncio

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.