Instituto EDP realiza capacitação de professores do programa nas Escolas

Com 47 escolas distribuídas em 25 municípios, o programa terá a participação de mais de 700 educadores, entre professores e gestores. Formação será feita em parceria com o Instituto Crescer


Tem início essa semana a Capacitação dos professores das escolas municipais participantes do programa EDP nas Escolas. A iniciativa conta com a participação de mais de 700 educadores, entre professores e gestores, com o objetivo de contribuir com a qualidade de vida de alunos do ensino fundamental de escolas públicas municipais, tanto no ambiente escolar quando no social. Para essa fase, o Instituto EDP, organização responsável pela gestão dos investimentos socioambientais da EDP Brasil, irá atuar em parceria com o Instituto Crescer.

Participam das capacitações 47 escolas da rede municipal de ensino em 9 estados do país. "O Instituto EDP, através do EDP nas Escolas, tem por objetivo contribuir para a melhoria da qualidade de vida estudantil, e para isso, é essencial promover ações que forneçam ferramentas para o desenvolvimento também dos professores, para que eles contribuam cada vez mais com o aprendizado de seus alunos", destaca Paulo Ramicelli, assessor de diretoria do Instituto EDP.

O objetivo da capacitação é proporcionar o desenvolvimento profissional para que os professores consigam trabalhar, por meio de metodologias ativas, a temática dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) com os alunos. "A proposta também abordará competências e habilidades socioemocionais. Com isso, os alunos irão desenvolver uma visão geral sobre os ODS, além de competências cognitivas básicas e socioemocionais necessárias ao cidadão do século XXI", destaca Luciana Allan, Diretora Técnica do Instituto Crescer.

As formações já estão em andamento e ocorrerão até o dia 31 de agosto. Entre os estados participantes estão: Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Conteúdo da formação

Os professores vão receber o Guia do Educador, material com conteúdos conceituais e metodológicos das oficinas e modelos de planos de aula. Os pontos a serem abordados durante a capacitação são:

ODS - Objetivos do Desenvolvimento Sustentável: em 2015, líderes mundiais se reuniram na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, para definir um plano de ação em busca de um mundo mais igualitário e saudável para se viver. Trata-se de 17 objetivos a serem cumpridos até 2030 que, inter-relacionados, definem metas relativas à justiça social, economia inclusiva e cuidado com o meio ambiente.

Competências e habilidades socioemocionais: não se pode pensar em mundo real sem mencionar o desenvolvimento das competências e habilidades que os alunos precisam para viver na sociedade de forma plena, enfrentando os desafios que isso envolve. Competências e habilidades socioemocionais estão presentes no contexto escolar de forma que se entrelaçam com as cognitivas básicas, e devem ser trabalhadas de forma transversal.

Metodologias ativas: a utilização de uma metodologia ativa significa colocar o aluno no centro do processo e trabalhar a partir de problemas do mundo real, além de privilegiar o trabalho em equipe e estimular a criatividade. Por isso, se faz necessária a reconfiguração dos papéis tradicionais dentro da sala de aula. Um total de seis metodologias serão apresentadas na formação por meio de planos de aula construídos especialmente para o programa, e que podem ser adaptados a diferentes contextos educacionais.

anuncio