Alunos caçapavenses são selecionados para a etapa nacional do 2º Festival SESI de Robótica

O tema escolhido pelos alunos é sobre a otimização do sistema de iluminação pública


Caçapava foi selecionada para participar da etapa nacional do 2º Festival SESI de Robótica, que acontece de 6 a 8 de março. Alunos de robótica do SESI da cidade estarão no Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, representando a escola com um projeto elaborado dentro do tema "Cidades Inteligentes e a Sociedade do Futuro".

O tema escolhido pelos alunos é sobre a otimização do sistema de iluminação pública. A equipe vem trabalhando nesse projeto desde o ano passado, quando apresentou a primeira proposta para o Departamento de Iluminação Pública da Prefeitura. Por sua vez, a municipalidade deu total apoio à execução do sistema na prática, oferecendo um trecho da Avenida Brasil para que os alunos pudessem implantar o projeto.

Embora ainda passe por adaptações até que possa ser colocado em prática, o projeto promete bons resultados. Em detalhes, trata-se de um sistema de sensores colocados nos postes de luz que sinalizam, em tempo real, para uma central, as condições das lâmpadas. Sinal amarelo para as lâmpadas que estejam prestes a encerrar seu ciclo de vida e sinal vermelho para as lâmpadas apagadas.

"Em alguns lugares, as pessoas demoram até dois dias para notificarem a situação ao Departamento de Iluminação, com o sistema isso seria imediato e, em algumas horas, o Departamento teria condições de fazer o reparo", explicou o engenheiro eletricista da Secretaria de Obras, Hermínio Aprígio Batista Júnior. Segundo ele, com o sistema, o reparo de lâmpadas ficaria mais rápido.

Os alunos que vão representar o SESI de Caçapava no Festival são estudantes de 12 a 16 anos, do 6º ano ao 1º do ensino médio. São eles: Jacquys Barbosa da Silva, Rebeka da Rocha Cardoso, Victor Luiz Koba Batista, Vítor Antônio Vieira da Silva, Vinícius Henrique dos Santos, Pedro Henrique de Oliveira Santos, Isabelle do Rosário Carvalho e Maria Eduarda Miranda de Almeida. O coordenador da equipe é o professor Ibsen Marques.

A etapa nacional conta com a participação de 100 escolas de todo o país e vale vaga para uma etapa internacional. Os alunos embarcaram na tarde de terça-feira (03) para São Paulo.

anuncio