O jubileu de ouro da Embraer e da missão de seu fundador, Ozires Silva

Engenheiro será homenageado com o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do Estado de São Paulo


A história da indústria aeronáutica brasileira se funde, a partir de determinada época,  à vida de um grande pioneiro: o engenheiro Ozires Silva. Ele liderou a fundação da Empresa Brasileira de Aeronáutica-Embraer, a terceira maior companhia do setor em todo o mundo. Além de Ozires Silva, somente outro brasileiro, Santos Dumont, pode ser considerado como alguém que tenha contribuído tanto com o desenvolvimento da indústria aeronáutica mundial

Após 50 anos da fundação da Embraer, o engenheiro Ozires Silva será homenageado pela  Assembleia Legislativa do Estado. Por iniciativa da deputada Leticia Aguiar (PSL), o engenheiro receberá a maior honraria da ALESP: o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do Estado de São Paulo, ao Engenheiro Ozires Silva.

A homenagem decorre de sua imensa contribuição à Indústria Aeroespacial Brasileira, notadamente por ter sido um dos fundadores da Embraer que completa  em 2019 seu jubileu de ouro de fundação. Vale lembrar que antes da existência da Embraer, Ozires Silva comandou a equipe que projetou e construiu em São Jose dos Campos o avião Bandeirante, o primeiro desenvolvido e produzido no Brasil e embrião da futura grande empresa.

Ozires Silva - Nascido em Bauru, é coronel da aeronáutica, engenheiro militar formado pelo ITA. Destaca-se por sua contribuição no desenvolvimento da indústria aeronáutica brasileira.

Liderou a equipe que tinha como missão o desenvolvimento do projeto primeiro desenvolvido e produzido no Brasil, construído ainda antes da constituição da Embraer.

Ozires Silva liderou em 1969 o grupo que promoveu a criação da Embraer, uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo.

Deu início à produção industrial de aviões no Brasil. Presidiu a empresa até 1986, quando aceitou o desafio de ser presidente da Petrobras, onde atuou até 1989.

Em 1990, assumiu o Ministério da Infraestrutura e, em 1991, retornou à Embraer, desempenhando um papel importante na condução do processo de privatização da empresa, concluído em 1994.

anuncio