Mangueira conquista 20º campeonato no carnaval carioca

Vila Isabel veio luxuosa mas foi prejudicada por um samba complicado que resultou em muitos décimos perdidos


A escola de samba Estação Primeira de Mangueira sagrou-se campeã do carnaval do Grupo Especial do Rio de Janeiro pela 20ª vez. A agremiação somou 270 pontos e garantiu mais um campeonato ao longo de sua trajetória. A verde e rosa liderou de ponta a ponta a apuração e só perdeu três décimos de nota, um no quesito Alegoria e Adereços, um em Fantasia e outro em Enredo.

Com o enredo "História pra ninar gente grande", de forte crítica social, a agremiação trouxe para a avenida uma nova visão da luta de índios e negros contra a dominação branca e barbaridades cometidas na história, por meio de lutas sangrentas. De acordo com o tema, os verdadeiros heróis não são estudados em sala de aula.

Foto: Instagram oficial da Estação Primeira de MangueiraFoto: Instagram oficial da Estação Primeira de Mangueira
Credenciada por um desfile altamente luxuoso, a Unidos de Vila Isabel foi prejudicada por um samba pouco acessível em sua melodia, apesar de ter sido cantado com maestria pela equipe do experiente intérprete Tinga. A Vila acabou sendo ultrapassada pela Unidos do Viradouro que se classificou em 3º lugar.

Rebaixamento - Caíram para o Grupo A (acesso) as escolas de samba Imperatriz Leopoldinense e Império Serrano, que juntas, somam 17 títulos conquistados, sendo oito da escola de Ramos e nove da verde e branco de Madureira.

728x90