Águia de Ouro é campeã do carnaval de São Paulo pela primeira vez

A Águia nasceu em 1976 no bairro da Pompeia, como uma dissidência da Unidos do Peruche


A Águia de Ouro, escola azul e branca do bairro da Pompeia é a campeã do carnaval paulistano em 2020. A escola liderou a apuração praticamente desde o início e leva seu primeiro campeonato. A Águia nasceu em 1976, como uma dissidência da Unidos do Peruche.

O quesito Fantasia foi o primeiro a ter suas notas reveladas e, já de início, começou a tirar da briga pelo título escolas de samba tradicionais como Rosas de Ouro e outras de grande torcida como Gaviões da Fiel. Em seguida, vieram as notas de Comissão de Frente, que deixou a Acadêmicos do Tatuapé isolada na pontuação.

Na sequência, quesitos como Evolução e Mestre Salas-Porta Bandeiras tiraram Rosas de Ouro da disputa pela primeira colocação e colocaram a Gaviões da Fiel em difícil situação. Faltando apenas as notas  de Alegoria e Bateria, a escola alvinegra estava na penúltima posição, a 3 décimos de X9 Paulistana e Colorado do Bras.

O quesito Alegoria foi o penúltimo e colocou a Águia de Ouro com 239.9 pontos, na frente da Tatuapé e da Mancha Verde, para a alegria da população do bairro da Pompeia. O quesito também serviu para afundar a X9 Paulistana e salvar a Gaviões.

As emoções estavam reservadas mesmo para o último quesito, Bateria. E deu a azul e branco da zona oeste de São Paulo. O samba cantado por Douglinhas falava do Saber, da capacidade de saber a sua hora e fazer acontecer desde os primórdios do tempo. E a Águia de Ouro fez valer a sabedoria.

Rebaixadas: As escolas de samba X9 Paulistana e Pérola Negra ficaram nas duas últimas posições e estão rebaixadas para a divisão Acesso 1.

 

anuncio