Defesa Civil do Estado eleva para 41 o número de mortos na Baixada Santista

O número atual de desabrigados é de 253 em Guarujá e 185 em Santos


A Defesa Civil do Estado ainda trabalha intensamente ao lado de esquipes do Corpo de Bombeiros com o objetivo de resgatar as vítimas dos deslizamentos de terra causadas pelas chuvas extremas que incidiram sobre a região da Baixada Santista na madrugada de terça-feira (3).

Até o momento, de acordo com o último boletim emitido neste sábado (7) são 41 mortos (sendo 2 não identificados) e 39 não localizados. Os óbitos foram registrados nos seguintes municípios: Guarujá (30 óbitos e 39 não localizados), Santos (8 óbitos) e São Vicente (3 óbitos). O número atual de desabrigados é de 253 em Guarujá e 185 em Santos.

Foram disponibilizadas 30,5 toneladas de materiais de ajuda humanitária aos municípios afetados, sendo: 15,6 toneladas (colchões, cobertores, cestas básicas, roupas, água sanitária, kits de limpeza, kits de higiene e água potável) para o depósito do Fundo Social de Santos de onde serão distribuídos, mediante solicitação, às defesas civis municipais; 11 toneladas (colchões, kits higiene, vestuário e limpeza, cestas básicas, água potável e fita de isolamento) a Guarujá; 2,9 toneladas (colchões, cestas básicas, kits de higiene, limpeza e vestuário) a Peruíbe; 1 tonelada (colchões) a Santos.

Além disso, foram disponibilizados equipamentos de proteção individual (luvas de raspa e capacetes) e baldes para o mutirão de voluntários que está atuando em apoio às equipes de salvamento nos cenários de ocorrência de Guarujá.

O Diretor do Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil, Tenente-Coronel PM Henguel Ricardo Pereira, e equipe, permanecem na região, em reuniões com o Gabinete de Crise, avaliando as necessidades e a atuação das equipes de salvamento.

No Diário Oficial do Estado do último dia 4, o Governador João Doria homologou sumariamente os decretos municipais de situação de anormalidade de Guarujá (estado de calamidade pública), Santos e São Vicente (situação de emergência). No dia seguinte, esses decretos foram reconhecidos sumariamente no Diário Oficial da União.

Nas últimas 24 horas, a contar das 6h de hoje (7), foram registrados mais 16mm em Santos (42mm em 72h), 3mm no Guarujá (6mm em 72h) e 0mm em São Vicente (7mm em 72h).

anuncio