Conheça as praias do litoral sul que têm boa classificação no Mapa do Turismo Brasileiro

Praias do Sudeste e Sul fazem parte dessa boa colocação


Apesar da grande fama das praias do Nordeste brasileiro, mais ao sul da costa brasileira, é possível encontrar lugares igualmente lindos. Por meio do Mapa do Turismo Brasileiro, é possível saber quais são as praias do litoral sul mais bem colocadas, já que ele mede o desempenho das economias turísticas locais.

Para aqueles que gostam de pegar estrada para conhecer destinos incríveis, este é o momento de desbravar as praias paradisíacas que possuímos em território nacional. Quem opta por viajar em grupo ou até mesmo sozinho, é possível encontrar opções diversas no Cometa ônibus passagem.

Mas, para além desse indicativo, há ainda a beleza natural de lugares que, apesar de não serem tão populares, ainda têm muito a oferecer para os turistas de todo o país.
Novo Mapa do Turismo Brasileiro
Segundo dados do Ministério do Turismo, o Mapa do Turismo Brasileiro "define o recorte territorial que deve ser trabalhado prioritariamente" pela pasta, ou seja, é a partir dele que o governo e os estados vão poder investir em políticas públicas, de acordo com a necessidade de cada lugar.

Atualizado em agosto de 2019, o novo mapa agora engloba 2.694 cidades de 333 regiões turísticas do país. De acordo com o atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a integração de novos lugares ao Mapa, que tem validade até 2021, é fundamental para o desenvolvimento da atividade no país.

"Estamos num momento de virada para o turismo brasileiro e contamos com este novo mapa para termos uma radiografia atualizada do potencial turístico do Brasil para investir de forma adequada na melhoria de infraestrutura, realização de campanhas publicitárias, entre outras ações", concluiu.

Um dos benefícios do mapa é a classificação dos municípios em uma escala que vai de A a E, sendo A o melhor classificado, e E o pior classificado.

Praias do Sul subiram de posição no ranking
Um dos pontos que chama atenção no ranking é que algumas cidades do litoral sul brasileiro mudaram de posição, o que significa uma melhora na infraestrutura turística desses lugares.

Algumas cidades de São Paulo, como Santos e Guarujá, permaneceram no nível A, e Peruíbe, São Vicente e Itanhaém se mantiveram no nível B, mas outras, como Praia Grande e Mongaguá, avançaram de nível.

Santos
A cidade de Santos é considerada por muitos como a capital nacional do triathlon, exatamente pela variedade de esportes que são praticados ali. O Porto de Santos, por sua vez, é o maior da América Latina. Mas não é só isso que a cidade oferece: suas praias também encantam todos que passam por ali.

Para se ter uma ideia, desde 2017, as praias de Santos se mantêm no ranking do Mapa do Turismo Brasileiro com a classificação A, o que significa que elas têm a melhor nota possível. Algumas sugestões são as praias do Gonzaga e do Boqueirão.

Peruíbe
Essa jovem cidade, com pouco mais de 60 anos, fica localizada na Baixada Santista e é considerada uma das 15 estâncias balneárias do estado. De origens indígenas, Peruíbe chama atenção pelas suas praias belíssimas e pela presença de vegetação de Mata Atlântica.

Lá, você poderá desfrutar de cenários incríveis como a Praia da Barra do Una, com suas águas tranquilas, ideal para curtir um passeio em família, bem como fazer uma visita ao Aquário de Peruíbe.

Praia Grande
Também localizada na Baixada Santista está a cidade de Praia Grande, que possui uma das praias mais movimentadas do Brasil, segundo o Ministério do Turismo. Um dos fatores para tal concentração é devido à presença do maior complexo de colônias de férias da América Latina.

Praia do Estaleiro
Quem está disposto a ir mais para o sul do país, pode se encantar com a beleza da Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú (SC). Ela é uma das mais indicadas para quem busca por tranquilidade, inclusive pela visão paradisíaca de um mar azul, cercado por uma larga faixa de areia.

Contrastando com o azul, está o verde dos morros cercados de vegetação nativa. Apesar disso, o local é pouco habitado, o que exige do turista uma organização prévia, incluindo itens de primeiros socorros e de alimentação, por exemplo.

anuncio