Primeira pesquisa antes do 2º turno aponta Bolsonaro com 58% e Haddad com 42%

Considerando os votos válidos (sem nulos, brancos e indecisos), a vantagem de Jair Bolsonaro (58%) é de 16 pontos percentuais (42%).


O candidato do PSL não participará do primeiro debate após o 1º turno (foto: Tânia Rego)O candidato do PSL não participará do primeiro debate após o 1º turno (foto: Tânia Rego) (Foto : Crédito: Fotos Públicas)

A primeira pesquisa de opinião após as eleições em 1º turno foi divulgada nesta quarta-feira (10) pelo Instituto Datafolha. O resultado do levantamento aponta vantagem para o candidato Jair Bolsonaro (PSL) que aparece com 49% das intenções de voto no 2º turno e Fernando Haddad (PT) tem 36%. Considerando os votos válidos (sem nulos, brancos e indecisos), a vantagem de Jair Bolsonaro (58%) é de 16 pontos percentuais (42%).

O levantamento do Datafolha ouviu nesta quarta-feira 3.235 pessoas de 227 municípios. Da mesma forma que ocorria nas pesquisas do 1º turno, a margem de erro é de dois pontos, para mais ou para menos. A margem de confiança é de 95%.

Campanha de Haddad no segundo turno terá menos Lula e cores abrasileiradas em vez do vermelho (foto: Ricardo Stuckert)Campanha de Haddad no segundo turno terá menos Lula e cores abrasileiradas em vez do vermelho (foto: Ricardo Stuckert) (Foto : Crédito: Fotos Públicas)
O instituto apurou que o número de eleitores indecisos ou que declaram votar em branco é de 8%. Seis por cento não souberam ou não quiseram responder. Bolsonaro ainda recebe das mulheres votos em menor número: 42% do total da intenção de votos, enquanto que junto aos homens, o apoio ao capitão da reserva chega a 57%.

No caso do candidato petista, o índice de apoio do eleitorado feminino é de 39% enquanto. Já em relação ao eleitorado masculino, Fernando Haddad atinge 33% das intenções.

A pesquisa foi contratada pela Rede Globo e pelo jornal Folha de São Paulo, e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (BR-00214/2018), junto com detalhamento do questionário aplicado e com os locais de realização das entrevistas.

Com informações da Agência Brasil


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.