Governador Márcio França autoriza R$ 4 milhões para melhorias viárias de Pindamonhangaba

Solicitação do recurso partiu do deputado estadual André do Prado irá beneficiar obras em vias do Centro, Moreira César e bairro Mantiqueira


Em agenda pelo Vale do Paraíba nesta quarta-feira (20), o governador Márcio França assinou a autorização para convênio no valor de R$ 4 milhões para obras de infraestrutura urbana para a cidade de Pindamonhangaba. A solicitação do recurso partiu do deputado estadual André do Prado. Os investimentos preveem recuperação de 37 vias.

Para o deputado estadual André do Prado, a medida traz mais segurança e comodidade aos condutores. “Os motoristas vão poder trafegar por vias, muitas delas centrais, que precisavam de melhorias. O recapeamento diminui as chances de acidentes e traz economia às pessoas”, observou o parlamentar.

O recurso foi intermediado pelo deputado junto ao governador Márcio França assim que ele assumiu o Palácio dos Bandeirantes. Ele fez questão de destacar os ganhos com mobilidade e logístico que a cidade terá com a infraestrutura.

No geral, a Prefeitura prevê recuperar 37 vias da cidade – o que totalizam 15 quilômetros de extensão. Elas ficam no Centro da Cidade e na região central do distrito de Moreira César, além do bairro Mantiqueira.

O prefeito falou sobre o recurso. “Temos no deputado André do Prado um grande apoio para trabalhar por investimentos para Pindamonhangaba. Mesmo em meio a um retomada econômica, o dinheiro para fazer obras importantes tem chegado graças a intermediação dele”, disse.

Em seu discurso, o governador Márcio França abordou sobre a parceria com os municípios. “Isso é possível porque encontramos o Estado com boas condições financeiras. O investimento em melhorias torna as cidades mais preparadas para os seus moradores e também para aqueles que as visitam”, comentou.

Participaram também o subprefeito de Moreira César, Nilson Luis, e o secretário municipal de Obras, Josué Bondioli.


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.