Aprovada em 1º turno, reforma da Previdência deverá sofrer mudanças

Proposta foi aprovada depois de oito horas de debates com 379 votos a favor e 131 votos contra


A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (10), em primeiro turno, o texto principal da reforma da Previdência, após oito horas de debates. A proposta precisava de 308 votos, ou seja, 3/5 do plenário. No final, foram computados 379 votos a favor e 131 votos contra.

Mais cedo, os deputados tinham concordado em derrubar as emendas individuais e manter apenas as de bancada. Um destaque foi posto em votação logo após a aprovação do texto principal, mas foi rejeitado. Tratava-se das regras de aposentadoria dos professores.

O próximo passo deverá ser dado ainda nesta semana, tendo em vista que o congresso entra em recesso no dia 18 de julho. Será o segundo turno, onde os parlamentares começarão a votar os 20 destaques apresentados pelas bancadas.

Os destaques mais aguardados são o que aumenta a aposentadoria para as trabalhadoras da iniciativa privada e o que suaviza as regras de aposentadorias para policiais e agentes de segurança que servem à União.

Com informações da Agência Brasil

anuncio