Eleições 2012: Vito Ardito tem candidatura impugnada pela Justiça Eleitoral de Pinda


Candidato impugnado tem 15 dias para recorrer da sentença

Com base na Lei Nº 135/2010, a chamada Lei da Ficha Limpa, foi divulgada no fim da tarde de segunda-feira 930) a sentença da Juíza Eleitoral Laís Helena De Carvalho Scamilla Jardim que indeferiu a candidatura de Vito Ardito Lerário (PSDB) para prefeito de Pindamonhangaba.  Vito teve seu nome indeferido após denúncia no Ministério Público, que foi acatada pela Justiça Eleitoral do município.

A sentença baseia-se na infração cometida durante a campanha eleitoral de 2004, que envolveu a então candidata a prefeita pelo PSDB, Sandra Tutiashi. Na ocasião, Vito Ardito, encerrava um segundo mandato consecutivo e  levou sua candidata à sucessão, Sandra,Tutiashi ao centro comunitário do Pasin, onde foram flagrados na captação de votos.

A denúncia no MP alega que  a Lei da Ficha Limpa retroage ao ano de 2004, quando foi configurada a captação ilícita de sufrágio. 

Vale ressaltar, no entanto que cabe apelação e o candidato impugnado tem um prazo de 15 dias, a partir da decisão,  para recorrer da sentença da Juíza Eleitoral.

O outro lado - Nossa reportagem ainda não conseguiu contato com o candidato Vito Ardito Lerário para obter uma resposta sobre essa decisão.



0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.