Visitantes são barradas quando tentavam entrar com drogas em presídios da região

As agentes de segurança apreenderam mais de 170 gramas de entorpecentes, além de 245 pontos de droga sintética (LSD) com as visitantes


Três mulheres foram flagradas com drogas ao tentarem entrar em unidades prisionais do Vale do Paraíba no final de semana, dias 7 e 8 de setembro. As agentes de segurança apreenderam mais de 170 gramas de entorpecentes, além de 245 pontos de droga sintética (LSD) com as visitantes.

Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), a irmã de um sentenciado foi surpreendida no sábado (7) com LSD escondido no forro da roupa íntima na Penitenciária 2 de Potim. Durante a revista por meio de escaneamento corporal, as servidoras desconfiaram de um volume suspeito na região pélvica da suspeita, de 27 anos. Questionada, a mulher admitiu que trazia 245 pontos do alucinógeno na calcinha.

No dia seguinte, ainda na P2 de Potim, a esposa de um sentenciado foi flagrada com 50 gramas de maconha e 25 gramas de cocaína em invólucros escondidos dentro de pedaços de carne. Os entorpecentes foram encontrados quando os agentes revistaram os alimentos trazidos pela visitante, de 29 anos.

Também no domingo, a companheira de um preso foi barrada com drogas no corpo na portaria do Centro de Detenção Provisória "Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira", o CDP de Caraguatatuba. A jovem, de 21 anos, foi surpreendida com a droga oculta dentro da vagina contendo 96 gramas de maconha. A suspeita admitiu estar com o material que foi retirado espontaneamente pela visitante em local reservado.

As três mulheres tiveram seus nomes suspensos da relação de visitas e foram encaminhadas para Delegacias de Polícia, onde foram registrados os boletins de ocorrência.

728x90