Mulher é flagrada com mais de 100 gramas de maconha no CDP de Caraguatatuba

A visitante admitiu estar com um invólucro nas partes íntimas e retirou o objeto voluntariamente


Uma mulher de 22 anos foi flagrada tentando entrar com maconha no CDP (Centro de Detenção Provisória) "Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira", em Caraguatatuba, na manhã do último domingo (18), por volta de 8h30.

Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), a mulher estava cadastrada como companheira de um detendo e foi flagrada quando passava pelo detector de metais durante revista de rotina. A visitante admitiu estar com um invólucro nas partes íntimas e retirou o objeto voluntariamente. No pacote, havia 104,17 gramas de maconha.

Após o ocorrido, a mulher foi encaminhada para a delegacia e teve o nome suspenso do rol de visitas da SAP. O CDP de Caraguatatuba instaurou Procedimento Disciplinar para apuração dos fatos.


 


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.