Homem que matou adolescente em 2017 é condenado a 40 anos em Pindamonhangaba

Crime ocorreu na manhã do dia 21 de janeiro de 2017 na Rua General Júlio Salgado, no Alto do Tabaú


Um homem foi condenado a 40 anos de prisão por um homicídio cometido há mais de dois anos em Pindamonhangaba. O julgamento ocorreu ontem (8), onde o Júri Popular no Fórum do município decidiu pela condenação do réu que, naquele episódio, ainda tentou contra a vida de outras duas pessoas, uma delas um idoso que passava pela rua.

O crime ocorreu na manhã do dia 21 de janeiro de 2017 na Rua General Júlio Salgado quando então dois desconhecidos passam atirando em várias pessoas. Um dos disparos acabou matando um adolescente. Em seguida, o mesmo suspeito que atirou no adolescente é flagrado por uma câmera de segurança quando vira a esquina e dispara contra a cabeça de um idoso. Logo após ele ainda atinge com um tiro um empresário da cidade.

A Polícia Civil de Pindamonhangaba, por meio do Setor de Investigação Geral (SIG), após um intenso trabalho que envolveu coleta de dados e levantamento junto às testemunhas e imagens, identificou o autor dos disparos. De acordo com o delegado Dr. Vicente Lagioto do 2º Distrito Policia, ontem mesmo foi decretada a prisão do criminoso que já está cumprindo sua pena.

O crime - Na manhã de sábado, 21 de janeiro de 2017, por volta de 6h30, um adolescente de 17 anos morreu e outras duas pessoas ficaram feridas após serem baleadas no bairro Alto do Tabaú, em Pindamonhangaba.

Dois desconhecidos passaram de bicicleta pelo local, na Rua General Júlio Salgado, e começaram a atirar. O menor foi atingido por dois disparos na cabeça e morreu na hora, ele era morador do bairro Vila Rica.

Outros dois homens que passavam pela rua no momento dos disparos foram atingidos no rosto por um tiro cada.

anuncio