Dois presos do semiaberto fogem durante trabalho em escola no bairro Boa Vista, em Pinda


Dois presos do regime semiaberto fugiram enquanto faziam um trabalho de pintura na escola estadual João Martins de Almeida, no bairro Boa Vista, em Pindamonhangaba. O caso aconteceu na segunda-feira (29).

Segundo a Secretaria da Administração Penitenciaria (SAP), os dois são reeducandos da Ala de Progressão da Penitenciária I "Tarcizo Leonce Pinheiro Cintra", de Tremembé. Eles participavam das aulas externas de um curso profissionalizante e fugiram por volta de 9h30. Os presos são acompanhados por uma agente de segurança, que no momento de contagem padrão notou a ausência do alunos nos postos de trabalho.

Imediatamente foi realizada vistoria na escola e informada a polícia sobre o abandono dos reeducandos. A Polícia Militar realizou vistoria por áreas próximas ao local, mas os detentos não foram localizados.

A pintura da escola faz parte do trabalho prático de um curso de qualificação profissional oferecido pelo sistema prisional, uma ação da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) com a Secretaria da Educação e do Desenvolvimento Econômico.

"Ressalvamos também que a permanência do preso no regime semiaberto se dá mais pelo senso de autodisciplina do que a mecanismos de contenção. Os presos que cumprem a pena em regime semiaberto podem obter permissão para trabalhar e estudar fora da unidade penal e pela Lei de Execução Penal poderão visitar os familiares em cinco ocasiões do ano", completou a SAP em nota.

anuncio