Vereadores aprovam lei que obriga utensílios plásticos biodegradáveis no comércio de Pindamonhangaba

Restaurantes, lanchonetes, bares e similares, bem como hotéis, motéis, quiosques e vendedores ambulantes devem aderir agora ao material biodegradável


Por unanimidade, os vereadores de Pindamonhangaba aprovaram o Projeto de Lei Ordinária nº 132/2019, de autoria do Vereador Rafael Goffi Moreira (PSDB). O projeto proíbe o uso de copos, pratos e talheres de plásticos nos diversos estabelecimentos comerciais do município, a não ser que sejam feitos em materiais biodegradáveis, compostáveis e/ou reutilizáveis!

Dessa forma, fica determinado que restaurantes, lanchonetes, bares e similares, bem como hotéis, motéis, quiosques e vendedores ambulantes forneçam a seus clientes produtos, com a mesma função, porém, descartável a favor do biodegradável.

"Nossa cidade, como outras, já havia proibido o consumo de canudos plásticos, um projeto também de minha autoria. Agora avançamos na questão. Proibimos também o fornecimento dos chamados plásticos de uso único. As cidades sofrem de uma forma geral com o descarte de lixo, poucos são os lugares que ofertam um processo de reciclagem que consiga atingir o volume consumido.", disse o parlamentar autor do projeto.

De acordo com o Legislativo, com essa aprovação, a cidade de Pindamonhangaba certamente avança na questão ambiental, afinal o consumo de produtos plásticos não é só um problema local, ao contrário, é um problema mundial, visto que, infelizmente, uma ínfima parcela dos produtos consumidos é reciclado, e, nosso país ocupa a infeliz quarta colocação mundial na produção de lixo plástico, reciclando apenas 1%.

728x90