Projeto de recuperação de vegetação em Ubatuba é alvo de vandalismo

Mudas plantadas em parceria entre Prefeitura e moradores da região Sul foram destruídas


A secretaria municipal de Meio Ambiente de Ubatuba, juntamente com o grupo Moradores e Amigos da Região Sul (Marsul), está desenvolvendo a recuperação da Área de Preservação Permanente (APP) da praia do Sapê.

Essa ação integra o "Projeto Operação Jundu", que tem o objetivo de ressaltar a importância da vegetação de jundu além de recuperar a orla da praia com plantio de espécies da restinga. O projeto é piloto e prevê, além da recuperação da vegetação, a organização das áreas de trânsito e estacionamento de veículos.

A restinga é um frágil ecossistema costeiro que faz parte do Bioma da Mata Atlântica, abrigando espécies ameaçadas de extinção. Contém várias plantas que são utilizadas pelo homem na alimentação, medicina e ornamentação. A vegetação de restinga tem o papel de fixar areia e impedir a erosão das nossas praias.

No último dia 19 de julho foi feita a segunda etapa do projeto com o plantio de 70 exemplares de espécies de restinga. Infelizmente, ainda no dia 20 de julho, a SMMA recebeu denúncia de atos de vandalismo na área em recuperação. Em monitoramento no local, foi constatado que a maioria das mudas plantadas foram arrancadas do solo ou severamente danificadas.

"Tal atitude caracteriza crime ambiental de acordo com a Lei Federal 9.605/1998 por destruir ou danificar vegetação considerada de preservação permanente, mesmo que em formação", explica o secretário de Meio Ambiente, Guilherme Adolpho.

Quem tiver informações sobre os atores de vandalismo, pode encaminhar para o e-mail: meioambiente@ubatuba.sp.gov.br

Além de continuar as investigações, a parceria para recuperar a vegetação e os plantios seguem. As atividades são abertas a qualquer pessoa interessada em participar. Interessados podem entrar em contato no e-mail acima ou pelo telefone da secretaria: (12)  3833-2439.

anuncio