Taubaté encerra agosto com 190 casos de dengue

Somente nos meses mais frios, entre junho e agosto, foram registrados 57 casos positivos de dengue em Taubaté


Taubaté chega ao final do inverno com o desafio de conter a proliferação de casos de dengue nas estações mais quentes e chuvosas do ano.

O alerta foi reforçado com o término de agosto, quando o município atingiu um saldo de 190 casos positivos da doença. Foram 156 casos positivos autóctones e 34 casos positivos importados. Isto representa mais que o triplo de casos registrados em todo o ano passado.

Somente nos meses mais frios, entre junho e agosto, foram registrados 57 casos positivos de dengue em Taubaté.

De acordo com levantamento da série histórica de casos de dengue no município, são registrados intervalos de tempo com picos da doença seguidos por períodos de dois a três anos com menores registros.

Ainda não houve este ano casos confirmados de zika, chikungunya ou febre amarela. Ações de educação continuada  continuam sendo as melhores opções para o combate ao mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão das doenças.

Palestras em escolas, orientações nas visitas casa a casa, panfletagem e a busca constante pelo engajamento da comunidade estão entre as atividades diárias dos agentes de controle de vetores do Controle de Animais Sinantrópicos (CAS) de Taubaté.

Série histórica: registros de dengue em Taubaté

2010 - 4.127 casos

2011 - 4.426 casos

2012 - 62 casos

2013 - 578 casos

2014 - 9.662 casos

2015 - 2.475 casos

2016 - 3.306 casos

2017 - 71 casos

2018 - 59 casos

2019 - (janeiro a agosto) 190 casos

anuncio