Defesa Civil amplia monitoramento no período de chuvas

Distribuição de cartilhas da Operação Verão no centro em janeiro; com a temporada de chuvas, a Prefeitura intensificou monitoramento em todas as regiões de São José


Com a chegada do verão e da temporada de chuvas, a Defesa Civil de São José dos Campos intensificou o monitoramento em todas as regiões do município.

Desde dezembro está sendo realizada a Operação Verão, que prossegue até o próximo dia 31 de março, podendo ser prorrogada em caso de necessidade.

O trabalho é realizado em conjunto com órgãos estaduais e concessionárias de serviços com o objetivo de preservar vidas e reduzir danos materiais no período de maior incidência de chuvas.

A equipe atual da Defesa Civil é formada por 24 agentes e de 120 voluntários treinados.

Zé Garoa

A Prefeitura criou o mascote Zé Garoa, que tem interagido com a população, dando dicas e orientações sobre como se prevenir e atuar em casos de enchentes, deslizamentos de terra, raios, afogamentos e outras adversidades que são comuns nesta época do ano.

Ao longo da Operação Verão, está sendo realizada uma campanha especial, com filmes publicitários e materiais veiculados em jornais e emissoras de rádio e TV.

Também têm sido distribuídas cartilhas à população no centro e nos bairros para ampliar a conscientização.

Monitoramento

As ações consistem no monitoramento remoto das condições meteorológicas por meio das informações fornecidas pelo Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais), que tem sede em São José.

Os agentes também contam com as previsões de tempo da Defesa Civil Estadual, que abrangem o período de 72 horas. Com as informações disponíveis, o órgão pode decidir enviar equipes para vistoriar áreas de risco no local.

O trabalho envolve ainda vistorias de campo, orientações e atendimentos emergenciais. O objetivo é manter ações preventivas e manter um sistema de alerta para atendimento de emergências.

Na cidade, existem pluviômetros automáticos instalados nos bairros Buquirinha, Chácara Boa Vista, Freitas, Vila Paiva, Jardim Santa Matilde/Vila Cândida e Altos de Santana, todos na região norte. Há equipamentos também no Rio Comprido (sul), Residencial Flamboyant e São Leopoldo (sudeste) e Jardim Jussara/Jardim Paulista (leste).

Os telefones de emergência para a comunicação de incêndios é o 193 (Corpo de Bombeiros) e 190 (Polícia Militar - Centro de Operações Integradas).

Emergências

Outro foco neste ano é o serviço de comunicação de eventos climáticos via SMS.

Qualquer morador pode participar. Basta enviar um SMS para o número 40199, da Defesa Civil Estadual, e fornecer um ou mais números de código de endereçamento postal (CEP). A partir desse cadastro, o munícipe passa a receber no celular todos os boletins do tempo com impacto na região em que tem interesse.

Em São José, os telefones de emergência para a comunicação de incêndios é o 193 (Corpo de Bombeiros) e 190 (Polícia Militar - Centro de Operações Integradas). Os munícipes também podem acionar a Central 156 (telefone, aplicativo e site).

Capacitação

Criada em São José em maio de 1983, a Defesa Civil conta com servidores e voluntários treinados para agir em casos de inundações, soterramentos, quedas de barreiras, desabamentos e incêndios.

A estrutura é mantida pela Prefeitura. O órgão também recebe compartilhamento de recursos de instituições, organizações, empresas e da própria comunidade.

Desde o início da atual Administração em 2017, a Prefeitura tem investido na capacitação dos agentes e voluntários da comunidade, na compra de novos equipamentos, carros e uniformes para um melhor atendimento à população.

anuncio