São José dos Campos amplia assistência na Rede de Inclusão ao Autista

As salas de integração sensório-motora possibilitam a melhora das habilidades sociais das crianças com TEA


Três unidades de reabilitação municipais (UR's) foram equipadas este mês com salas de integração sensório-motora, que possibilitará melhora das habilidades sociais e da autonomia e independência nas atividades de vida diária dessas crianças e de suas famílias. Dessa forma, a Prefeitura de São José dos Campos amplia a oferta de serviços às crianças atendidas na Rede de Inclusão ao Autista.

Cerca de 30 crianças já estão utilizando os equipamentos nas 3 unidades (Centro-Norte, Leste e Sul) e a meta é chegar a 90 atendimentos por mês. O encaminhamento é feito por neuropediatras da rede pública de saúde.

As unidades de reabilitação municipais

As unidades de reabilitação municipais constituem um dos equipamentos da Rede de Inclusão do Autista, e têm como objetivo terapêutico promover o ganho funcional nos primeiros anos de vida, fase em que a formação das habilidades primordiais e a plasticidade neuronal estão fortemente presentes.

Os equipamentos atuam nos sistemas vestíbulo-proprioceptivo e somatosensorial dos indivíduos, além de estimular o processamento da informação. Mediante uma avaliação multidisciplinar das necessidades, habilidades e potencialidades da criança com transtorno do espectro do autismo (TEA), são identificadas alterações na habilidade do sistema nervoso central de absorver, processar e organizar respostas adequadas às informações sensoriais trazidas pelos sentidos.

 

anuncio