Prefeitura informa plano de flexibilização de retorno às atividades da Secretaria da Educação

Em São Sebastião, a primeira fase, que ocorre entre os dias 1º e 20 de junho, 40% das atividades serão retomadas


Com o Plano de Reabertura Gradual da Economia de São Sebastião, elaborado pelo Comitê de Gestão e Estudo e pelo Comitê de Gestão de Crise, a Secretaria da Educação (SEDUC), por reunião via videoconferência, organizou um plano de flexibilização do retorno às atividades presenciais, separada em 3 fases.

Na primeira fase, que ocorre entre os dias 1º e 20 de junho, há o retorno de 40% das atividades, da seguinte maneira:

- Cada departamento da SEDUC deve manter, pelo menos, uma pessoa de cada setor, de forma que o total não ultrapasse 40% do número de funcionários;

- O horário de trabalho presencial deverá atender o Decreto Municipal nº 7789/2020, que estabelece o funcionamento em dias úteis, das 13h às 18h, de forma ininterrupta.

- Haverá uma escala semanal de trabalho entre os funcionários, em revezamento com o trabalho em home office - aqueles que pertencem ao grupo de risco de Covid-19 permanecem somente em home office;

- O atendimento ao público será feito por meio de agendamento pelo telefone da SEDUC - (12) 3891-3340.

- Nas unidades escolares, os funcionários retornarão em forma de plantão para atender demandas às segundas, quartas e sextas-feiras, das 13h às 17h. As aulas presenciais continuam suspensas, permanecendo o ensino remoto;

- Durante o período de distribuição de kits de alimentação e de material pedagógico, a área administrativa das unidades escolares seguirão um cronograma de entrega, que será comunicado aos pais dos alunos.

A segunda fase do plano de flexibilização da SEDUC ocorrerá entre os dias 21 de junho e 11 de julho, com previsão de retorno de 60% atividades, e a terceira fase será de 12 a 25 de julho, com o retorno integral dos trabalhos.

Todas as etapas apresentam medidas graduais, que caminham em conjunto com o disposto no Plano de Reabertura da Prefeitura de São Sebastião, as quais serão divulgadas conforme ocorra a alteração de fase.

Vale ressaltar que, caso os indicadores de saúde não permaneçam estáveis, essas ações serão reavaliadas e, se necessário, alteradas.