Investimento da EDP no Vale do Paraíba em 2019 totaliza R$ 64.4 milhões

Distribuidora expandiu e modernizou o sistema elétrico regional


A Distribuidora de energia elétrica EDP investiu em 2019 o valor de R$ 64.4 milhões na região com foco na expansão e modernização da rede elétrica, infraestrutura e atendimento aos seus consumidores. Em toda a área de concessão da Companhia em São Paulo, que também abrange o Vale do Paraíba, foi investido mais de R$ 1 bilhão nos últimos quatro anos.

Com a chegada do período chuvoso, na qual a rede fica mais suscetível a impactos externos, o aporte amplia a confiabilidade do sistema.

Com foco nestes meses críticos, a EDP lança oficialmente hoje a Operação Verão 2019/2020, consolidando todo o trabalho realizado durante o ano e reforçando seu efetivo para as situações de emergência, com objetivo de minimizar o impacto do clima ao fornecimento de energia.

A previsão para este verão é de tempestades curtas com muita severidade, incluindo temporais com fortes chuvas, ventos e descargas atmosféricas em localidades concentradas. Para o atendimento, serão mobilizados cerca de 900 colaboradores, entre engenheiros, técnicos, eletricistas e gestores, que atuarão continuamente para reconstituir o sistema elétrico em caso de necessidade, além de recompor as redes danificadas.

Reforço e melhorias do sistema - Do total investido no ano, destaca-se a inauguração da subestação Vila Paiva, em São José dos Campos. As obras expandiram em 12% a capacidade do sistema energético da cidade, beneficiando diretamente o fornecimento de energia para a zona norte do município, para o Distrito de São Francisco Xavier e também à cidade de Monteiro Lobato, cerca de 78 mil clientes ou aproximadamente 270 mil habitantes.

Em Taubaté foi inaugurada a subestação Mantiqueira com 66 MVA de potência, com mais de 133 mil clientes beneficiados no município. Na região do Vale Histórico, destaca-se a modernização da subestação Cachoeira Paulista, com a substituição de transformadores de potência e modernização de todo sistema de automação, proporcionando maior flexibilidade de operação para o fornecimento de energia.

Também foram modernizados os sistemas de automação de outras cinco subestações nas cidades de Cruzeiro, Guaratinguetá, Lorena, Jacareí e São José dos Campos.

Ao longo do período foram substituídos mais de 184 km de rede, instalados 49 religadores automáticos, que limitam o impacto das ocorrências com interrupção do fornecimento de energia, mais de 46 mil espaçadores de rede e substituídos 2 mil postes.

 Além disso, a vegetação, principal agente de impacto na rede elétrica, também recebeu atenção especial.  Foram investidos R$ 4.8 milhões em extenso trabalho de poda de árvores visando equilibrar o meio ambiente local com a qualidade do fornecimento de energia.

anuncio