12ª Cia de Engenharia de Combate Leve celebra 20 anos em Pindamonhangaba

A unidade, comandada pelo major Francisco Hosken da Cás, foi criada em 2 de dezmebro de 1997, sendo ativada em 1º de Janeiro de 1998


(Foto: José Akim/AgoraVale)(Foto: José Akim/AgoraVale)

A 12ª Companhia de Engenharia de Combate Leve Aeromóvel, de Pindamonhangaba, celebrou o 20º aniversário em cerimônia realizada na manhã desta terça-feira (14).

A celebração do aniversário conto com uma homenagem aos amigos da companhia e a entrega do diploma de Engenheiro Aeromóvel ao soldado que mais se destacou nas atividades durante o ano, o premiado foi o soldado Lemes.

"Hoje é um dia muito especial para nossa unidade militar. Comemoramos nosso aniversário homenageando os amigos da companhia, personalidades civis e militares que sempre nos apoiam de forma irrestrita nessa caminhada, e também entregamos o prêmio de Engenheiro Aeromóvel ao soldado que mais se distinguiu dos demais com seu serviço", explica Major da Cás, comandante da companhia.

Após as homenagens e o desfile da tropa, foi inaugurado um quadro em homenagem ao pelotão de Engenharia que fez parte do último contingente da Missão do Paz no Haiti. Os soldados fizeram parte da missão entre maio e outubro desse ano.


Histórico
A unidade, comandada pelo major Francisco Hosken da Cás, foi criada em 2 de dezmebro de 1997, sendo ativada em 1º de Janeiro de 1998. É a única organização militar de Engenharia de natureza Aeromóvel atualmente existente no Exército Brasileiro, e tem como missão proporcionar o apoio de Engenharia necessário ao esforço de combate da 12ª Brigada de Infantaria Leve, dentro do quadro de atuação da Força de Ação Estratégica (FAE).

Está organizada, equipada e preparada para deslocar-se rapidamente e cumprir missões em qualquer parte do território nacional em apoio aos escalões superiores, permanentemente à disposição da Força Terrestre.

Em sua história, integrou diversas missões, com destaque para a missões de paz no Haiti, ajuda a cidade de São Luiz do Paraitinga durante a enchente de 2010, visita do Papa ao Brasil em 2013, operação da Copa do Mundo 2014 e das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.





0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.