CCR inicia campanha de orientação sobre romarias a pé na via Dutra

Campanha alerta motoristas sobre romeiros no acostamento e orienta peregrinos sobre rota alternativa, além dos riscos de caminhar na rodovia


Aproxima-se o mês da Padroeira do Brasil, mas a movimentação de romeiros em caminhadas pelas margens da Via Dutra já teve início. Nesta semana, a CCR NovaDutra inicia sua campanha de segurança e orientação a peregrinos e motoristas que trafegam pela via Dutra sobre a época de romarias a pé pelo acostamento da rodovia.

A campanha é realizada todos os anos a partir da segunda quinzena de setembro. A iniciativa busca oferecer segurança de trânsito e reforço nas orientações e dicas de segurança aos grupos de romeiros e usuários da rodovia. Também reforça sobre os riscos de romarias a pé pelo acostamento e orienta sobre a utilização de um caminho mais seguro planejado para esta manifestação de fé: a Rota da Luz SP.

A cada ano a concessionária contabiliza o aumento no número de romeiros caminhando pelos acostamentos da Dutra em direção à Basílica de Aparecida. Em 2018, foram contabilizados mais de 20 mil romeiros caminhado pela rodovia com destino à Aparecida, entre a segunda quinzena de setembro até a segunda quinzena de novembro, período de maior movimento de romarias a pé.

Preocupação - A CCR NovaDutra não recomenda este tipo de manifestação de fé, em função do risco que representa para os peregrinos que utilizam o acostamento para caminhar. Dados da Concessionária revelam que, no ano passado, entre os meses de janeiro e dezembro foram contabilizados 13 atropelamentos, um aumento de 200% no número de atropelamentos em comparação com o mesmo período de 2017. 


Somente no período da campanha de orientação que ocorre entre setembro e novembro 10 pessoas foram atropeladas em 2018. Em 2019, a concessionária registrou duas mortes de romeiros.

anuncio