Petrobras aumenta em 9,8% preço do gás de cozinha nas refinarias

Reajuste é ainda apenas da estatal junto às refinarias e consumidor poderá sentir no bolso um impacto ainda maior


Gás de cozinhaGás de cozinha (Foto : Lucas Lacaz / AgoraVale)

A partir de 0h de terça-feira (21), passa a vigorar nas refinarias da Petrobras o novo valor do gás de cozinha. Na última sexta-feira (17) a Petrobras aumentou em 9,8%, em média, os preços dos botijões de até 13 kg de gás liquefeito de petróleo para uso residencial (GLP P-13).

Vale lembrar que esse aumento é ainda apenas o da estatal para as refinarias e que o consumidor poderá sentir no bolso um impacto ainda maior do aumento, dependendo do valor que as refinarias vão repassar para revendedores e distribuidores. O último reajuste realizado pela companhia foi em 1º de setembro de 2015. A empresa alertou que a correção divulgada hoje (17) não se aplica ao GLP de uso industrial.

Segundo a Petrobras,  as revisões dos preços feitas para as refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor, uma vez que, de acordo com a legislação, há liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados. “Isso dependerá de repasses feitos especialmente por distribuidoras e revendedores”, apontou a empresa na nota de informação do aumento.

Nos cálculos da Petrobrás, o preço do botijão de GLP P-13 pode ter alta de 3,1% ou cerca de R$ 1,76, isso se se o reajuste for repassado, integralmente, aos consumidores. “Isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos”, segundo nota da companhia. 


Com informações da Agência Brasil 


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.