MEIs puxam recorde histórico de novas empresas em 2019, revela Serasa Experian

Segundo um economista do Serasa Experian, 2019 foi marcado pela necessidade de geração de renda da população




O ano de 2019 foi histórico para o surgimento de novos empreendimentos, segundo informa o Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian. O índice aponta que surgiram 3,1 milhões de novas empresas no ano passado, a maioria delas Micro-Empresa Individual - MEI. É o maior número desde o início da série história em 2010.

Segundo, Luiz Rabi, economista do Serasa Experian, 2019 foi marcado pela necessidade de geração de renda da população. Do total, 80,7% são microempreendedores individuais, que chegaram a 2,5 milhões no período. A alta no acumulado do ano foi de 23,1% com relação a 2018 e a variação no comparativo entre dezembro de 2018 e 2019 foi de 19,6%.

O indicador aponta que os setores de maior destaque em 2019 foram de Serviços de Alimentação (8,2%), seguido pelos Serviços de Higiene e Embelezamento Pessoal (6,9%) e Reparação e Manutenção de Prédios e Instalações Elétricas (6,6%). Confira abaixo:

"A economia não cresceu como o esperado e o desemprego continuou em patamares elevados. Por isso, a população buscou alternativas para pagar suas contas e se tornou empreendedora. Um indicativo disso são os setores de maior destaque, que demandam um investimento baixo do empreendedor para iniciar o negócio", disse o economista  Luiz Rabi.

A maior alta de novos negócios em 2019 foi a da região Norte (30,7%), com relação ao ano anterior. Foram 144 mil aberturas no ano passado, sendo pouco mais de 8 mil em dezembro. A variação interanual do último mês de 2019 foi de 35,7% com relação ao ano anterior. O Nordeste aparece em segundo lugar no acumulado do ano, com aumento de 23,1%. Entre os Estados, o Amapá se destaca, com alta 39,5%.

anuncio