Aplicativos de banco estão entre os mais baixados durante pandemia

Pesquisa aponta que a população brasileira tem apostado na tecnologia para realizar transações


Os aplicativos de seis bancos estão entre os 150 mais baixados pelos brasileiros desde a última semana de março e se mantém na liderança em abril. A pesquisa realizada pelo site SensorTower, mostra que o isolamento social, provocado pela pandemia do coronavírus (covid-19), colabora na procura deste tipo de serviço.

Os dados também apontam que a população está seguindo as recomendações da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que aconselha os clientes a evitarem aglomerações nas agências e utilizarem os canais digitais. No atendimento presencial inclusive, foram adotadas medidas como: limite de pessoas no interior das agências, horário diferenciado para idosos e gestantes, distanciamento entre postos de trabalho, entre outras.

"Nesta situação causada pelo coronavírus, os apps ganham uma importância ainda maior do que apenas trazer comodidade. Por exemplo, o idoso que precisa abrir uma conta ou fazer alguma transação bancária, desde que saiba utilizar a tecnologia, consegue solucionar essas questões sem colocar à saúde em risco", explica André Sales, consultor técnico e comercial da YZ Media, startup focada em melhorar a performance de aplicativos por meio de campanhas que incentivam o download pelo público.

Sales diz ainda que não há motivo para o usuário se preocupar com a segurança online, já que ela tem sido aprimorada frequentemente pelas instituições financeiras. "A cada ano surgem novas ferramentas, como os reconhecimentos faciais e de impressão digital, que tornam o processo ainda mais confiável. Inclusive, este é um momento para que os bancos direcionem campanhas de aplicativos para esse público criar confiança com o sistema, as pessoas precisam utilizar os serviços e não podem sair de casa, então, o momento de investir e mostrar facilidades e segurança é agora", conclui.

anuncio