Bancários podem entrar em greve na próxima terça-feira (18)




A Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), entidade que reúne sindicatos de bancos de vários estados, anunciou na última quarta-feira (12) que há grandes chances da categoria entrar em greve nacional na próxima terça-feira, dia 18 de setembro.

De acordo com nota divulgada, houve assembleias com os bancários em diversas capitais como Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba, entre outras, e que eles decidiram pela paralização caso a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) não aumente a proposta de reajuste salarial.

Os sindicatos farão assembleias na próxima segunda (17) para reavaliar as respostas que receberão e decidir se a paralização vai realmente acontecer.

As exigências dos trabalhadores são: reajuste de 10,25% - 5,25% para recompor a inflação e 5% de aumento real; aumento na PLR (Participação nos Lucros e Resultados) - de três salários, mais R$ 4.961,25; piso salarial de R$ 2.416,38; aumento para R$ 622 do vales alimentação e refeição; plano de cargos, carreiras e salários para todos os bancários; fim das terceirizações e jornada de seis horas, além de outras reivindicações.

A Fenabran ainda não se pronunciou sobre a ameaça de greve.


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.