Festipoema homenageia filhos ilustres de Pinda em premiação


O 6ª edição do Festipoema homenageará os filhos ilustres de Pindamonhangaba, com a entrega dos troféus Baltazar de Godoy Moreira (categoria adulto), Juó Bananeri (categoria juvenil) e Bertha Celeste Homem de Mello (categoria infantil) aos três primeiros colocados de cada categoria. O melhor intérprete receberá o troféu Augusto César Ribeiro. A premiação do festival será no dia 16 de dezembro.

As inscrições para participação no Festipoema deste ano já podem ser retiradas no Departamento de Cultura da Prefeitura e seguem até o dia 20 de novembro. O evento fará parte das comemorações do 50º aniversário de fundação da APL ? Academia Pindamonhangabense de Letras.

Podem se inscrever os poetas e poetisas residentes no Estado de São Paulo, com até três poemas que contenham, no máximo, 35 versos cada. Os poemas não podem ter sido inscritos em outras edições do festival. O tema é livre. A categoria adulto contempla pessoas com mais de 18 anos; a categoria juvenil, de 12 a 17 anos; e categoria infantil, menores de 12 anos.

"No Festipoema todos podem participar. Os poemas selecionados serão interpretados por atores escolhidos pela Cootepi, mas também podem ser interpretados pelo autor da obra", explicou Alberto Santiago, idealizador do festival e organizador. O evento tem o apoio da Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio do Departamento de Cultura.

Para mais informações sobre a inscrição, entrar em contato com o Departamento de Cultura pelos telefones: 3642-1080 ou 3643-2690.

Conheça os homenageados
Baltazar de Godoy Moreira, (1898- 1969). Poeta, contista, professor, pedagogo.

Bertha Celeste Homem de Mello, (1909-1999). Poetisa, farmacêutica e professora pindamonhangabense, venceu em 1941 um concurso na Radio Nacional do RJ para a composição da letra em português do "Happy Birthday to You",  "Parabéns a Você".

Juó Bananere, (1892-1933), Alexandre Marcondes Machado, vulgo Juó Bananère, foi um curioso poeta pindamonhangabense que escrevia no patois, dialeto falado pela colônia italiana na década de 20. Notável em sua época pelo estilo humorístico-satírico, aclamado pela crítica, tornou-se popular no Brasil por recriar textos literários consagrados.

Augusto César Ribeiro, (1928 ? 2003), também conhecido como Chico Frô, foi um ator pindamonhangabense que participou de seis filmes produzidos e estrelados por Mazzaroppi, de quem era muito amigo. Também foi compositor e poeta, premiado como declamador de poesias.


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.