Morre aos 72 anos o jornalista esportivo Roberto Avallone

Avallone protagonizou com Milton Neves uma das maiores brigas já vistas na TV brasileira


Jornalista esportivo Roberto AvalloneJornalista esportivo Roberto Avallone (Foto : Acervo Pessoal)A imprensa esportiva brasileira, e mais em particular, a classe paulista, perdeu nesta segunda-feira (25) em São Paulo o profissional Roberto Avallone, de 72 anos. O cronista, de uma história respeitável no rádio e na televisão, sentiu um mal-estar durante a madrugada. Levando com urgência para o hospital, não resistiu a uma parada cardiorrespiratória.

Palmeirense de quatro costados - como se dizia antigamente no ambiente da crônica do esporte bretão, não negou o que carregava o sobrenome: o posicionamento forte dos oriundis, com seu temperamento sanguíneo e a palavra ácida em comentários sobre a peleja esportiva. Notabilizou-se como apresentador do programa Mesa Redonda, na TV Gazeta, cenário onde brilharam outros especialistas do naipe de Milton Peruzzi, Peirão de Castro, Flávio Iazetti, José Italiano e Dalmo Pessoa.

O jornalista iniciou suas atividades em 1966, na cobertura no jornal Última Hora e também teve passagens pelo Jornal da Tarde, Jovem Pan, Rádio Globo, Bandeirantes e Capital. É  lembrado pelos bordões "exclamação" e "interrogação".

Protagonizou uma das maiores brigas na TV brasileira, quando em 1997, discutiu ao vivo com o jornalista Milton Neves em um espaço a este concedido em direito de resposta. A contenda surgiu porque Neves foi contratado para ser o Mestre de Cerimônia do aniversário do Corinthians. Avallone provocou durante o Mesa Redonda - Futebol Debate realizado no domingo: "Milton Neves foi comprado, perdeu sua credibilidade. Onde já se viu se vender pra um clube ?!"

Avallone é um dos poucos remanescentes da velha escola que se especializou no futebol, maior paixão do brasileiro. São poucos hoje os que ocupam uma bancada pra falar exclusivamente de lances, gols, movimentos táticos e atuações, diferente da prática atual em que a vida particular de atletas é objeto da maioria das pautas, o que não interessa e até irrita ao torcedor.

O debate esportivo perde muito de sua sagacidade e conhecimento, com a partida de Roberto Avallone.

728x90