Nosso Sol pode estar gerando um novo planeta, diz pesquisador


Um novo planeta pode estar nascendo no sistema solar, pelo menos é o que pensa o pesquisador, filósofo e escritor Sergio Antonio Meneguetti, autor de 15 livros. Químico por profissão, o escritor não se apoia em bases científicas convencionais, mas busca se fundamentar na obra “A Grande Síntese”, conhecida como o “Evangelho da Ciência”, escrita pelo pensador italiano Pietro Ubaldi.

Confira o vídeo


Sérgio Meneguetti usa como argumento um vídeo divulgado pela Agência Espacial Americana - NASA, que relata uma surpreendente observação entre os dias 8 e 12 de março de 2012. As imagens apontam para a existência de um estranho novo corpo, esférico e de cor negra, próximo ao disco solar.

As especulações sobre essas imagens da agência americana trouxeram à tona diversas teorias baseadas em antigas lendas e supostas mensagens deixadas por antigas civilizações sobre a presença de um 9º planeta no sistema planetário em que vivemos, o Sistema Solar de Ors. Esse teórico corpo celeste é conhecido por vários nomes: Sidérios, Nibirus, Planeta X, Hercólubus, Planeta Chupão, entre outros.

Com a experiência pessoal adquirida ao longo de muitos anos nas atividades de pesquisas do fenômeno da Intuição - distribuídas em várias obras - Meneguetti tem a sua versão sobre as imagens da Nasa. Para ele, trata-se do nascimento de um jovem planeta que, seguindo o mesmo padrão de formação dos mundos sistêmicos, seria outro corpo sendo expelido pela massa solar.