Fim do Mundo: Nasa e Vaticano procuram "algo grande" no espaço


Até que ponto as pessoas acreditam ou querem acreditar que a raça humana está próxima de uma catástrofe universal? A internet anda cheia de informações e desinformações e, se não há bom senso de quem escreve, que haja do lado de quem lê! Nesse artigo em forma de pesquisa, não procuramos afirmar nada, apenas refletir junto com os internautas (Acima, concepção artística de Tyche)

(O autor)


O mistério sobre o Planeta X

É de conhecimento público que os cientistas apostam na existência de um 12º planeta em nosso sistema, que para os acadêmicos, foi denominado Planeta X. As religiões pregam um a Idade do ouro após uma completa transformação na face da Terra, mas nem tudo leva para a aproximação de um gravíssimo cataclisma.

Não há como avaliar o tamanho da histeria pública, se um dia, houvesse a certeza de que os governantes mundiais escondem da humanidade a proximidade de uma destruição total do planeta Terra. Claro que o planeta não está livre de uma colisão futura com um dos muitos corpos celestes que vagueiam pelo espaço e podem tomar um rumo de impacto com o nosso mundo.

E existem eminentes astrônomos que defendem essa possibilidade, referindo-se ao que pode ser a aproximação de um astro intruso, algo gigantesco que ronda o sistema solar. Um objeto de grandes proporções que nos espreita na obscuridade e estaria vindo em nossa direção,

Sua estrutura colossal, como se supõe, pode ser a responsável por mudar a trajetória de cometas e asteróides, jogando-os em direção ao interior do sistema. Para alguns especialistas, a tal massa seria a responsável por distúrbios nas órbitas dos planetas Uranos e Netunos.


Há algo grande lá fora?

Insiders da NASA deixaram 'vazar' que o mundo científico estuda uma presença detectada há vários anos nos arredores do sistema solar, o que eles chamam de "A Massa". Até onde isso pode ser verdade, não sabemos

Mas como surgiu essa história? Foi no dia 31 de dezembro de 1983, quando o mundo foi surpreendido por uma publicação no conceituado jornal Post: "Um corpo celeste possivelmente tão grande quanto o planeta gigante Júpiter e, possivelmente, tão perto da Terra e que seria parte deste sistema solar foi encontrado na direção da constelação de Orion por um telescópio em órbita a bordo do E.U. Infrared Astronomical Satellite ".

No dia seguinte, a notícia foi desmentida e não se falou mais disso.


Mortes misteriosas de astrônomos

NASA e Vaticano tem parcerias na troca de informações, isso é público, mas há suspeitas de que o Vaticano financia cientistas na busca de um grande cometa, um corpo celeste que é citado no Apocalipse, nos registros de antigas civilizações, e na milenar Bíblia Kolbrin.

Em 1997, de forma misteriosa, astrônomos franceses que pesquisavam informações sobre o Planeta X, pereceram em acidente nos Alpes.

Em dezembro de 2009, a NASA colocou em órbita o telescópio WISE (Wide-field Infrared Survey Explorer), cuja função é varrer o céu e colher imagens em infravermelho. Sua atribuição é descobrir estrelas anãs marrons, mas a missão maior é investigar a provável existência da polêmica estrela 'X'.


A teoria de sempre: um novo planeta

Mais recentemente, correu pelo mundo uma suposta informação de que o WISE teria descoberto um corpo celestes quatro vezes a massa de Júpiter com uma órbita ao redor de 15.000 vezes mais distante do Sol do que a Terra, e 375 vezes mais longe do que Plutão. Provavelmente composto de hidrogênio e hélio, esse mundo misterioso, denominado Tyche, estaria ocupando uma região obscura ao redor do sistema solar, teria suas próprias luas e uma atmosfera como Júpiter.

A informação é contestada, no entanto, pela grande maioria dos cientistas que alega ser impossível que algo dessa envergadura possa se sustentar naquela região do cosmos. A não ser que seja um planeta formado em outra área mas que foi capturada pelo magnetismo do sistema solar onde está a Terra.

Caso um dia se confirme, volta-se a velha teoria de um sistema solar com nove corpos. Com a queda de Plutão na classificação dos planetas, um suposto Planeta X não seria mais o 10º e sim, o 9°.

Mas, vamos esquecer 2012! Há muitos outras datas que o mundo escolherá para o Fim do Mundo!



anuncio