Vida de entrega

Quanto mais nos sacrificamos, mais nos configuramos com Cristo.


As palavras de Jesus, com toda certeza, mexeram muito com a estabilidade daqueles seus contemporâneos, da mesma forma que mexem muito conosco, na atualidade dos dias. 

                Assim Deus gosta de relacionar-se com cada um dos seus filhos, no mais belo gesto de Pai, educando-nos para uma vida íntegra e santificada.

                Seguir os passos de Jesus é aprender a viver a obediência, o que parece ser tão difícil para muitos. A nossa força, como homens, está exatamente na obediência a Deus.  É vida de sacrifício! O amor, segundo Jesus, é um amor que só sabe doar-se. Assim, para ser uma pessoa de Cristo, precisamos viver uma vida de sacrifícios.

                Quanto mais nos sacrificamos, mais nos configuramos com Cristo. É um esquecer-se de nós mesmos e deixar que Cristo seja o tudo em nós.

                Quanto tempo tenho dedicado na oração com Cristo? Qual a qualidade desse momento de oração, onde não me sinto mais sozinho e sim, preenchido pela presença amorosa do Senhor?

                Só compreenderemos Jesus, quanto mais o conhecermos e só o conheceremos, quanto mais a sós estivermos com Ele. Uma coisa é certa: Ele nunca exigirá de nós o que não podemos dar.

                O caminho para o céu é um caminho de aprendizado, onde cada passo dado é uma conquista. Caminhar sozinho pode ser muito difícil, por isso o próprio Senhor vem caminhar conosco, oferecendo muitas oportunidades na vida para compreendermos o sentido que o céu precisa inaugurar em nós.

                Que seja a nossa convicção aquela mesma de Paulo Apóstolo: "...julgo que tudo é prejuízo diante deste bem supremo que é o conhecimento do Cristo Jesus. Por causa dele, perdi tudo e considero tudo como lixo, a fim de ganhar Cristo" (Fl 3,8)

anuncio