São José, o homem da carpintaria.


A humana história de Jesus encontrou, numa simples família, o aconchego do seu lar. Na carpintaria de José, podemos imaginar o Menino Deus aprendendo do seu pai, coisas peculiares do cotidiano, podendo enxergar nele um homem justo e bom, como a Bíblia nos apresenta em poucos versículos.

No dia 1º de maio celebramos, com o Dia do Trabalho, a memória de São José Operário e assim recordamos aqueles que, com o suor e o esforço de um trabalho digno, buscam o sustento de suas vidas. É triste encontrar um cenário onde os verdadeiros trabalhadores não são respeitados como pessoas, não são respeitados com dignidade e atenção.

É triste ver essa absurda forma de utilização dos nossos recursos, milhares de pessoas desempregadas e outras tantas empregadas que ganham uma miséria e, em contrapartida, uma classe de pessoas desiquilibradas se enriquecendo à custa desses trabalhadores.

Assim recorda o Evangelho de Lucas: “...o trabalhador tem direito a seu salário” e como seria fundamental que a igualdade humana fosse a grande preocupação de todos! Mas ainda temos um longo caminho de conscientização e verdadeira mudança de vida, para que as pessoas vivam a igualdade social. Que neste dia, São José, inspire o coração daqueles que buscam com ética, o cuidado do próprio trabalho. Que a desigualdade social possa desaparecer de nossa convivência, que todos possam ter condições mais dignas de vida. Não podemos perder essa esperança!

Nesta semana do trabalhador, rezemos por aqueles que são explorados, rezemos pelos desempregados e que vive um momento de profundo desespero. Rezemos para que a esperança não desapareça de seus corações.

Rogai por todos os trabalhadores, glorioso São José!


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.