E o sol que insiste em bater na janela do meu quarto


Existe sensação mais agradável do que abrir a janela do seu quarto, pela manhã, e ser saudado pela beleza incomparável do sol?

Como é bom recordar aquelas corridas pelas areias da praia, quando o sol parece despertar em nós, sensação de liberdade, de alegria, de prazer em viver.

Esse “astro luminoso” que sempre foi tema de grandes poesias e muitas canções, pode ser o calor necessário capaz de abrasar nossos corações, inspirar-nos a continuar nossa travessia, oferecer um pouco mais de sorriso e olhares despretensiosos.

Que o amanhecer dos nossos dias seja sempre a oportunidade de acolher o sol que insiste em bater na janela do nosso quarto, recordando-nos que, embora existam momentos nublados em nossos desencontros, há alguém que olha por nós, que cuida de nós, que nos ama.

Acreditamos na felicidade que brota da simplicidade da vida, dessa impressionante capacidade de saborearmos com prazer, o instante que trazemos em nossas mãos. Muitas pessoas vivem a espera de momentos marcantes para encontrarem o motivo da própria felicidade. Que bom seria fazer de cada oportunidade da vida, gotas de felicidade!

Sejamos um pouco de “sol” na vida de todas as pessoas, empurremos as “nuvens” da tristeza ou do desânimo que se encontram ao redor, insistindo em deixar nossa alegria nublada, extraindo de nós mesmos a disposição para as coisas que fazem bem.

Às vezes, um pouco de utopia, pode nos ajudar a não desistir de continuar. A travessia se faz caminhando, desafiando-nos a encontrar sempre novas estradas que nos conduzam ao “paraíso” que acreditamos existir!

728x90