Esse não viu o dilúvio, mas pisou no barro!


"Há sujeitos tão inábeis que sua ausência preenche uma lacuna"
(Stanislay Ponte Preta)


Babou!
 
A polêmica esta instalada na política brasileira com a proposta de emenda constitucional (PEC 33/2011) que limita o poder do Supremo Tribunal Federal de declarar a inconstitucionalidade de emendas à Constituição. Os parlamentares da Câmara Federal acusam a Suprema Corte de ter poderes demais, inclusive o de legislar, e querem desvincular as intervenções do Supremo sobre a atuação da Câmara Federal. 
Qual é moleque? Se, com o STF em cima, os mandriões já passam o creme na onça sem levar um arranhão, agora então esse país está zoado!

De-puta-dos 
 
O autor da PEC é o petista deputado federal do Ceará, Nazareno Cardeal Fonteles (PT-PI). Entre os que aprovaram a PEC estão José Genuíno e João Paulo Cunha, ambos do PT, que querem, claro, limitar o poder do STF.  Pobrezinhos dos deputados, estão muito ‘xatiados’ com Joaquim Barbosa e agora ptetendem ser beneficiados com a “Lei Áurea da Safadeza!”
Onde encontro um bactericida? 

Nossssiora!!!

Mas falando em deputados (e pra que ninguém diga que eu só critico o PT) o ex-prefeito de São José dos Campos, deputado federal Emanuel Fernandes (PSDB-SP) vai ter que se explicar a denúncia sobre um suposto esquema de desvio de verbas públicas na época em que era prefeito de São José dos Campos. O tucano foi prefeito da Capital do Vale em duas gestões consecutivas, no período entre 1997 e 2004.
A rapadura é doce, mas não é mole não!

Até que enfim!

Após muitas reclamações, mortes por acidentes e noticiários críticos, (aqui mesmo nós batemos muito nessa tecla), o DER inicia obras de recapeamento da Rodovia Luiz Dumont Vilares. A importante via é um dos acessos ao município, ligando a Rodovia Presidente Dutra com a o a Rodovia SP62, e tem grande movimento devido à existência do parque industrial de Moreira César. Demorou!

Sigam-me os bons!

O prefeito Marcelo Vaqueli, de Tremembé, tem em vistas uma área para receber várias empresas no município, conforme foi sua promessa de campanha.  
É bom saber que o mercado de trabalho estará aquecido em breve, pelo menos, para o sofrido povo tremembeense que depende muito das festas religiosas e das verbas destinadas às estâncias turísticas. Lembrei-me da frase de uma amiga jornalista: “Se não for verdade, pelo menos é uma excelente mentira.!”
Vamos torcer por Marcelo Vaqueli, senão a opinião pública avacalha, a vaca vai para o brejo e o boi não derruba a cerca!

Cruzeiro cresce

No Vale Histórico, o município de Cruzeiro retomou o desenvolvimento, depois várias décadas de apagão. A prefeita Ana Karin é uma das responsáveis por esse surto de desenvolvimento, e a cidade pulsa, com novas fábricas, fortalecimento do comércio e otimismo geral.
Alem das empresas que chegam, há também o fortalecimento de outras como a ampliação da Maxion (antiga Fábrica Nacional de Vagões) que está investindo pesado na sua planta instalada na ‘Cidade Menina’.
Cruzeiro mudou tudo e o eleitorado percebeu que os antigos caciques políticos eram tão arcaicos e  ultrapassados que um radialista da cidade dizia: “Esse não viu o dilúvio, mas pisou no barro!”

Ortiz Junior

Em Taubaté, a população está relativamente confiante na atuação do jovem refeito Ortiz Junior, que vem promovendo suas primeiras intervenções no município, com uma nova dinâmica do setor de Saúde e também na mobilidade urbana. Ortiz desenvolve projeto que prevê abrir novas avenidas, principalmente ao lado da linha férrea, onde antes havia uma favela, no bairro Vila das Graças. 
Há, porém, nos bastidores políticos da cidade - e de lá chegam até nossa redação - que Ortiz Junior e Vito Ardito (Pinda) lutam contra uma forte possibilidade de cassação de mandato. 
Sinceramente, só acredito vendo!

A lei e os ciclistas

Em todas as cidades, é assim: a maioria dos ciclistas não respeita as leis do Código de Trânsito (que também se aplica à eles). Pindamonhangaba é uma das poucas cidades do Estado que tem uma boa rede de ciclovias, mas quem anda com sua bicicleta prefere andar na pista destinada aos veículos tracionados, e o pior, querem andar em bandos, lado a lado.
Não preciso nem falar que eles  desconhecem mão e contramão e ainda ficam estressadinhos quando recebem uma buzinada! Parece mesmo que tem a ver com a cultura de periferia. 

Pobre Pinda

Poucas iniciativas de peso, algumas ações modestas aqui, pintura de rua ali, poda de mato, construção de bueiros, mas... Pindamonhangaba está com uma administração aparentemente insegura até o momento!
Nos postos de vacinação, munícipes tem reclamado do atendimento agressivo de funcionárias, enquanto a Dengue registra um crescimento alarmante, 11 vezes em relação ao ano anterior.
Faltam cadernos para os alunos, várias escolas estão sem material escolar, invasões de propriedades no Shangri-lá, caos e polêmica no setor esportivo e uma renca de acontecimentos que provam, que até o momento, João Ribeiro está deixando saudade! 

Shangri-lá, terra de ninguém I

MetralhasMetralhas Parece que os Irmãos Metralhas andam rondando a Zona Leste de Pindamonhangaba. Imagina o que seria você comprar e pagar um terreno, e erguer sua residência. Aí, um dia aparece um sujeito que você nunca viu aparece com uma escritura de sua casa e ameaça derrubar tudo com máquinas e capangas. Moradores do bairro Sangri-lá estão passando por esse tipo de problema, onde várias pessoas tiveram sua propriedade invadida, inclusive um vereador, professor Erick, alega que perdeu quatro terrenos.
Neusa Ribeiro da Silva lidera um grupo de moradores que, vez ou outra, percebe a presença no bairro de pessoas estranhas, geralmente em um veículo com placas de Suzano - SP."Estou morando em uma casa de aluguel durante 90 dias, meu material de construção está sendo armazenado em São Paulo, enquanto eu não posso mexer com isso.", diz ela, que teve 10 árvores nativas arrancadas de seu terreno com a invasão de um trator.

Shangri-lá, terra de ninguém II

O problema é que a loteadora Ter-Terra vendeu os lotes mas não regularizou a situação de mais de 60 famílias. No lugar dela entrou outra incorporadora, a Santa Tereza, que teria sido confiscada, e com isso, a maioria das propriedades não possui escritura. 
Neusa Ribeiro e os moradores confirmam que o Jurídico da Prefeitura de Pindamonhangaba já está trabalhando em defesa dos moradores. Mas, os suspeitos que andam pelo bairro têm um esquema de fornecer escrituras para outras pessoas.
Revoltada, ela também afirma que "sempre tem alguém dentro da Prefeitura que dá cobertura a essa gente (os invasores), porque deve ganhar também!"

A Câmara?

E a Câmara Municipal de Pindamonhangaba, como vai? Estamos acompanhando as transmissões da sessões do Legislativo e observando os senhores parlamentares, que foram eleitos para acompanhar as ações do Executivo.  Bom, não tenho visto nada impressionante, projetos que se sobressaiam! É a mesmice de sempre!

Placar: 0 x 0 

Na Câmara, o prefeito tem a maioria, ou seja, falta a tão necessária oposição, aquela que questiona e fica no pé!  O que se vê e se ouve ali é a mesma conversa, até parece que um vereador clonou o outro.  Na pauta de quase todos está a desconstrução da imagem deixada pela administração passada, como que a levar para a população um cenário em que tudo agora é diferente. Mas não é não, gente! A cidade está devagar, quase parando após quatro meses de mandato!  
Placar do jogo por enquanto: Legislativo 0 x 0 Executivo!

Mas, falando em Câmara

Os Vereadores da Câmara de Pindamonhangaba rejeitaram por 10 X 1, o decreto legislativo 01/2013 relativo às contas da administração municipal de Pindamonhangaba referentes ao ano de 2010. Até aí, nenhuma novidade!
A partir de agora, após a publicação, a Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba enviará cópia do Decreto Legislativo rejeitando as contas ao Tribunal de Contas e ao Ministério Público, para apurar as irregularidades apontadas pelo TCE.

Desempaca Pinda!

O vizinho município de Tremembé está correndo atrás, o que Pindamonhangaba já deveria estar fazendo também, já que perdeu muitos investimentos nos últimos anos, tanto na administração do PSDB quanto na do PPS. Mas onde está Rubens Fernandes, anunciado como Secretario de Desenvolvimento Econômico? 
Bem, até onde sei, ele está na administração de Carlinhos de Almeida, em São José dos Campos. Como diária o Chapolim Colorado: “E agora? Quem poderá nos defender?”

Pobrinhos e ranhentinhos ?

Em Pinda, é uma em cima da outra (sem sacanagem) e a cada semana, alguém da administração pública solta uma ‘peróla ‘ que vira sucesso nas redes sociais. Na semana passada foi um médico do pronto-socorro, conforme divulgamos na coluna anterior.
Dessa vez, por sugestão e vários internautas, o “Troféu Pé na Jaca” do Poucas e Boas vai para o secretário de Esportes, professor Leandro Galdino. O secretário, ao falar aos microfones da Rádio Difusora sobre sua secretaria, disse que as atividades esportivas de Pindamonhangaba agora estão voltadas para os “pobrinhos e ranhentinhos”, ao se referir aos bairros mais carentes do município. Claro que eu entendi que sua intenção era a de especificar a área de atuação, mas, passou uma certa impressão de segregação!
As gestões públicas estão ‘pisando em ovos’ depois que a internet se popularizou!

 

anuncio