Fim de romance entre Câmara e Prefeitura de Pinda


“O cara era tão feio quando nasceu, que os pais não tiraram Certidão de Nascimento... Fizeram um Boletim de Ocorrência”
(Frases da Internet)

Vai que cola!
A página do Facebook do grupo Vira-latas, de Tremembé, está questionando o prefeito Marcelo Vaqueli sobre as condições econômicas de uma suposta indústria de móveis que pretende uma área para se implantar no município. A empresa em questão promete 300 empregos diretos e investimentos de R$ 60 milhões na Terra do Bom Jesus. 
Como diria, Davi Pinheiro: “somebody love”! Os Vira-latas insinuam que embaixo desse angu tem carne!

Ortiz na dança
Uma pergunta que é ouvida em todos os cantos de Taubaté: Ortiz Junior vai ou não vai dançar com a mais feia? 
A presidente da Câmara de Taubaté, vereadora Graça, luta para manter o prefeito Ortiz Junior e o vice-prefeito Edson de Oliveira, blindados contra as investigações promovidas pelo PT. Graça é esposa do vice-prefeito. 
A disputa ficou muito boa! De um lado a turma da Graça e do outro o pessoal “Sem Graça” que quer derrubar Juninho Bill e o Trem da Alegria. 
Coisa de Louco!

Se liga Codivap!
Mais uma vez, o Consócio de Desenvolvimento Integrado do Vale do Paraíba não enviou convite para a imprensa informando sobre reuniões plenárias, e isso vem ocorrendo há cerca de seis meses. A última reunião ocorreu em Piquete, na última sexta-feira (30) e os órgãos de imprensa não foram comunicados.
Que assessoria é essa? Pergunto o que está ocorrendo, prezado Mário Vieira (ex-prefeito de Santo Antonio do Pinhal): Os jornalistas agora viraram “personas non grata” pra vocês ou para a presidente do consórcio, a prefeita de Cruzeiro, Ana Karin? 
De qualquer forma, quando encontrar com a prefeita vou dar aquela ‘cornetada’ básica! Eu não sou de perder essas oportunidades... hehehe.

Fim de festa I
Ahhh leleke leke! Que bonde é esse, maluco? 
Acabou a festa da criação de sindicatozinhos por meio da malandragem que impera nesse país e só pensa em onerar o já tão baixo salário do trabalhador brasileiro. Por conta da nova legislação para a criação e alteração de sindicatos, que entrou em vigor desde abril, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) suspendeu o registro de 383 sindicatos e de 22 federações, todos eles com atuação irregular. A ideia é que fiquem apenas aqueles que atuam dentro da legislação.

Fim de festa II
Só pra se ter ideia da palhaçada, nos últimos oito anos foram criados cerca de 250 sindicatos POR ANO. O Brasil tem hoje mais de 15 mil entidades e todas agora passarão por investigações. Muitos desses sindicatos não têm o número mínimo exigido de associados, enquanto outros são descaradamente ligados a certas empresas e não têm nenhum compromisso com o funcionário, a não ser na hora de descontar a parcela deles na folha de pagamento, a tal da cobrança compulsória sobre o salário do brasileiro.
 
Perturbação
"Gostaria de deixar aqui uma denúncia, realmente governo sai e governo entra e o problema continua, deixo aqui minha indignação: Não é possível estacionar mais próximo ao SOS e não ser abordado por esses “flanelinhas”, que só estão tomando conta das ruas. E o SOS é responsável por isso. 
Está cada vez mais vergonhoso estacionar perto do SOS, se você não deixar os mesmos tomarem conta do seu carro eles vêm e danificam, pode fazer uma varredura e com certeza há muitos fugitivos da cadeia infiltrados no meio deles, a polícia deveria dar uma olhada mais de perto e ficar atenta com esses meliantes disfarçados."
Assinado: Marcos Romeu Pontes (morador do centro)

Comentando
Meu amigo! Passei por ali na tarde de segunda-feira, dia 2, e é um cenário lastimável. A cidade não recolhe seus dependentes químicos, não tem ainda lugar para o tratamento.
Os que ficam por ali, porém, não são apenas alcoólatras... São vagabundos mesmo, ficam o dia inteiro importunando as pessoas, falam impropérios para as mulheres que passam.
Passou da hora de um corretivo! Alô PM!

Com campo vazio não rola 
Uma coisa a população precisa aprender! A Câmara Municipal só funciona quando o plenário está cheio! Daí sim, meus queridos, você vê paladinos da justiça falando grosso por todos os lados, em defesa dos interesses públicos.
Seja em Taubaté, no plenário Jauret Guisard, ou em Pinda, São José, Jacareí... Os eleitos se sentem jogadores, mas com as arquibancadas vazias, o jogo fica morno e um 0 x 0 até cai bem para todos os lados!
Reflitam! E “vamos ver com carinho!”  huahuahuahua...
A população está espertinha e não aceita mais teatrinho em plenário, porque quase todos já imaginam que lá no fundo as partes adversárias riem muito. Ainda tem eleitor ingênuo que derrama lágrima quando ouve uma historinha meiga, mas isso aos poucos vem diminuindo! 
Os grupos de cidadãos em redes sociais já pegaram o “fio da meada”. É só o plenário de qualquer cidade começar a receber um público maior, e pronto, vereadores que estavam na zona de conforto começaram a se mexer e mudam de lado.

NovelaNovela Fim de romance entre Câmara e Prefeitura
A Câmara de Pindamonhangaba vivia um “affair” com o prefeito Vito Ardito Lerário, e parecia aquela novela global “O Amor Está no Ar”, ou ainda “Alma Gêmea”. De repente, virou “O Cravo e a Rosa”.
Aquilo lá estava um festival do beija-mão, mas, as coisas se inverteram. Do lado do prefeito ficaram apenas os fiéis escudeiros: Cal, Martim César, Jânio e Toninho da Farmácia. (Por falar em Toninho, eu estou por aqui, amigo! Não me mudei pra Minas ainda não!)

Malandro é malandro e mané é mané
Gostaram muito disso os novos parlamentares, Professor Erick, Professor Oswaldo, Magrão e Roderley Mioto, que estão debutando e precisam manter independência para que seus respectivos desempenhos se destaquem. Nos bastidores surge um nome: Felipe César, articulador, e visto por Jânio Lerário como um líder. 
Como se diz no Rio de Janeiro: Malandro respeita malandro!

Nova novela, digo CEI
O vereador Jânio Ardito Lerário diz que o prefeito não vai pagar as horas extras obtidas irregularmente na Secretaria de Esportes, mas critica o presidente da Câmara. Jânio defende que Vitão está sendo traído por sua base e que os companheiros de Legislativo poderiam ser evitado o desgaste de mais uma CEI, bastando que se fizesse uma avaliação de planilhas por meio da própria secretaria. 
Por sua vez, Piorino alega que nunca foi da base de Vitão e diz que sempre se posicionou com liberdade! Vamos ver com carinho isso também! hehehe

Só CEI que nada CEI
E vamos viajar no tempo outra vez! Por mais que tente ocultar, o vereador Ricardo Piorino, presidente da Câmara, sempre foi aliado de Vitão ainda nos tempos do prefeito João Ribeiro. Havia a articulação para a volta do atual prefeito do PSDB, tudo planejado bonitinho, direitinho, queimando nomes aqui, articulando ali, digo que foi até de forma muito inteligente. De bastidores eu entendo e sei o que cada um fala do outro lá dentro!
Minha pergunta é a seguinte: e aquelas CEIs todas abertas antes? Parou tudo, foram arquivadas as CEI do Transporte, a CEI da Habitação (que investigaria as casas construídas pela Hogari no Loteamento Liberdade), a CEI da Sejelp, a CEI do IPTU... ufa!!!

Reunião com o futebol
Tem dois tipos de público que qualquer prefeito passa saia justa quando é preciso negociar: é o do futebol e o do carnaval. São pessoas do povo, geralmente líderes sem papas na língua, que falam o que pensam e cobram firmemente.
No Palácio de Cristal, em reunião com as equipes de futebol de Pindamonhangaba, o prefeito Vito Ardito sentiu na veia as mudanças de humor da população. A Liga de Futebol da cidade contava com um repasse de R$ 388,470 para dar andamento aos campeonatos. Mas o recurso não veio. Deu bico!

Fogo no Coliseu
Esse procedimento, ou seja, a terceirização do futebol, vem de administração anterior e chegou a receber denúncias de mau uso do dinheiro com suposto desvio de recursos por parte de um presidente da entidade.
Macarrão decididamente não é mais prato pra italiano aqui na Roma dos Césares. O presidente da Liga, o popular Macarrão cobrou do prefeito o repasse e, pra nós, comentou o distanciamento da Prefeitura. Vito se se mostra descontente com quem subiu no caminhão com ele durante a campanha, mas agora passou a agredi-lo.
É fogo no Coliseu! Saiu gladiador pela esquerda, escravo pela direita, cristão de um lado, leão do outro! Ma que cazzo!

O que ele quis dizer ???
Um dos líderes, o experiente esportistas, Alfredo Coli Correa, deixou uma pergunta para o novo secretário de Esportes, Cleber Bianchi e o prefeito ficou perplexo. Coli questionou o porque da Prefeitura contratar uma empresa de São Paulo para fazer o pagamento da Liga de Futebol. Segundo ele, no meio do caminho tem dois intermediários e o dinheiro que chega aos clubes nunca é o mesmo que sai dos cofres da Prefeitura.
Huuummmmmmmmmm, o que ele quis dizer com isso? É agora que a porca torce o rabo! 

Impasse da Nobrecel
A Nobrecel decretou falência, e os credores trabalhistas querem saber quando é que a juíza dará a sentença sobre o caso. Enquanto isso, montou-se uma cooperativa de trabalhadores que pretende usar parte dos bens operacionais da falida empresa para produzir papel. Espera aí? E quem está por trás da cooperativa? 
Bem, na liderança do grupo está um cidadão que é visto sempre criticando o sócio majoritário Nelton sobre o descaso com os funcionários. Mas, estamos recebendo muitos e-mails dizendo que esse senhor é tipo um plano B do outro! Assim, até eu, Mister “N”!
Esses ex-funcionários da Nobrecel não estão pra brincadeira e vão esmiuçar tudo!
Perguntem-me se eu consigo falar com os diretores da empresa!

Indigestão em Coru I
O caso é mais feio que indigestão de torresmo e a agressividade aumenta a cada dia entre funcionários que se sentem prejudicados e diretores da fábrica. 
O maquinário da empresa Nobrecel é obsoleto, deficitário. Funcionários mais antigos nos falam da antiga picadeira que chegou a ceifar a vida de operários. Atualmente, segundo eles, usa-se madeira para energia e não para produzir celulose. A empresa vinha comprando celuloses em fardo para produzir papel e não plantava mais eucalipto.
E como produzir, se a madeira está penhorada, máquinas penhoradas, tudo penhorado? 
É crianças! Dizem que a cooperativa está mais assanhada que solteirona em festa de casamento, mas o ‘baguio é loko” lá em Coru!!!

Indigestão em Coru II
Outro fato interessante! A Jofel veio para Pindamonhangaba em uma gestão passada de Vito Ardito Lerário, que é muito amigo de Nelton! Claro que ele, Vitão, como administrador do município, não quer que o grupo industrial feche suas portas totalmente! Mas foi decretada falência! E ai?
A Jofel é parte do grupo Nobrecel, assim como a Aliança Papéis e até a empresa Agrosan, que é dona da área de floresta de Coruputuba. 
O que todos desejam, na verdade, é que nenhum chefe de família fique desemparado! É possível isso, senhores? Vamos ter um pouco de hombridade!!!

 

anuncio