Neymar Jr suas polêmicas e crises na carreira via redes sociais

Jogador de qualidade incontestável, que todos nos sabemos, ganhador de títulos coletivos e individuais, mas por muitas vezes desliza e gera polêmicas nas redes sociais.


Neymar surgiu no Santos, conquistando títulos e marcando gols, como o belo gol contra o Flamengo em 2011, que foi o mais bonito daquele ano no Brasil e concorreu ao prêmio Pulkas, o gol foi desenhado numa jogada que é sua característica a velocidade  com a bola nos pés em diagonal da lateral ao gol, seu ponto forte.

Jogador de qualidade incontestável, ganhador de títulos coletivos e individuais, vencedor dentro e fora de campo, conquistou fama jogando futebol e com um trabalho direcionado nas redes sociais construiu uma imagem associada a vitória, assim, tornou-se uma marca forte.

Em 2010 enfrentou uma crise, quando foi chamado de monstro pelo técnico Renê Simões, após comportamento anti desportista, desrespeito a companheiros, discussão com o técnico Dorival Jr à beira do campo, descontrole emocional e irritação dentro de campo. Especialmente após ser impedido pelo treinador de cobrar um pênalti sofrido por ele mesmo, o Santos venceu por 4 a 2 o Atlético Goianiense na oportunidade, mas Renê o chamou de mau educado desportivamente e com suas palavras, disse: estamos criando um monstro no futebol brasileiro! Apontando suas atitudes e comportamento que Neymar demonstrou dentro de campo na ocasião. Logo depois Neymar pediu desculpas ao seu treinador pelas redes sociais e o fato foi silenciado.

Novamente pelas redes sociais, Neymar postou que o juiz de futebol Sandro Meira Ricci era "ladrão" em 2012 e foi acionado na justiça pelo árbitro.

Agora dentro de campo pela seleção brasileira foi expulsão na Copa América de 2015 num jogo contra a Colômbia, tamanha a confusão causada por Neymar a FIFA o suspendeu por 4 jogos.

Ressalto que dentro de campo, trata-se de jogador de uma qualidade fora do comum, demostrou isso em inúmeras oportunidades dentro das quatro linhas, mas o que nos chama a atenção é seu comportamento fora dele, excessivo cuidado com o visual, levou dois cabeleireiros a Copa da Rússia, diga-se de passagem, seu cabelo extravagante chama mais atenção que sua chuteira e também excessiva exposição em redes sociais com fotos em festas, sobre carros, descendo do avião particular, no iate Nadine 78 com os parças. Ah necessidade? Não faz nenhum esforço em manter no privado seus gostos e prazeres. Isso gera expectativa, também excessiva por parte dos seus torcedores/fãs.

Fato é que, antes da Copa Neymar possuía 175 milhões de seguidores nas redes sociais, estava entre Cristiano Ronaldo o primeiro e Messi, seu ex companheiro de clube. Mais seguido que todos os 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro. Tornou-se a celebridade brasileira mais seguida nas principais redes sociais: Instagram, Facebook e Twiter, publicando cenas da sua vida particular, sem dúvida, Neymar se tornou numa marca global que gera muito retorno econômico. Depois da Copa, Neymar atingiu a marca de 100 milhões de seguidores no Instagram e se tornou o brasileiro mais seguido no mundo, antes da Copa tinha pouco mais que 90 milhões de seguidores nesta rede social.

Aos 21 anos, Neymar atingiu o topo da carreira e realizou o sonho de jogar no Barcelona, porém, poucas pessoas sabem como ocorreram as transações e valores do contrato, dentro de campo começou a ser questionado pelo seu estilo de jogo e supostas simulações de faltas, obteve problemas com o fisco, tendo seus bens bloqueados entre os anos de 2011 e 2013 pela Receita.

Com 25 anos se transferiu ao Paris Saint Germain com rendimentos chegando aos 109 milhões por ano. No entanto, dentro de campo, teve polêmicas com Cavani, o principal ídolo do clube francês, Neymar bateu um penalti e marcou quatro gols na vitória de 8 a 0 na vitória sobre o Dijon, se Cavani batesse o pênalti e convertesse poderia se tornar o maior artilheiro do clube, fato que na ocasião irritou os torcedores que apesar dos 4 gols marcados Neymar saiu vaiado de campo pela sua própria torcida e sem dar declarações a imprensa local. Este não teria sido o primeiro desentendimento dos dois, em outra oportunidade, num jogo entre Brasil e Uruguai pela Copa das Confederações de 2013, Neymar e Cavani haviam se desentendido em campo.

Com a eliminação do Brasil para a Bélgica na Copa da Rússia, novamente não deu declarações após o jogo e nem momentos depois, preferiu o silêncio, mas depois num desabafo/declaração via peça publicitária, causou mais polêmica em sua carreira, em fim, está é mais uma crises a ser administrada pelo seu STTAFF, que num primeiro momento, errou no posicionamento causando uma falta de exposição.

Fato que as histórias são feitas de vitórias e derrotas e riso e choro. Neymar acaba sendo cobrado por muita ou pouca exposição, no entanto, neste caso, como dentro de campo, o que fazer nos momentos de crise, avançar ou recuar? A situação foi bem ou mau conduzida por parte do grupo que gerenciam sua carreira?

Neste caso, em específico, faltou verdade ao Neymar em expressar sua dor num comercial publicitário?

As redes sociais são os melhores lugares para expressarmos nossas dores e angustias, ou até pedir desculpas?

De fato, com sucessivas polêmicas e retratações nas redes sociais Neymar vem conduzindo sua vida e carreira. Minha dúvida é: nas redes sociais há um relacionamento direto com seus seguidores/fã? Ele escuta alguns dos seus seguidores/fãs? Por fim, as redes sociais tratam-se de um campo minado e o caso Neymar tem nos demostrado isso.

anuncio

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.