Setembro Amarelo, tempo de amor à vida


Setembro é mês das flores, colorido e perfume invadem o ar e o olhar, é um mês romântico, o sol brilha com mais intensidade irradiando vida, é a primavera com as cores da esperança, onde cores que trazem também nostalgia e saudade.

Setembro me recorda o “Ipê Amarelo”, lembro da infância na casa dos meus avós, única época do ano que temos uma sombra intensa neste tipo de arvore, pois as folhas tem curto período e logo caem. Sentava na primavera aos pés do Ipê, olhava para cima e contemplava as flores, ficava ali as vezes horas, o Ipê me fascinava, pensava: “que bom se tivesse flor de Ipê o ano inteiro”.

Setembro é o mês que respira e inspira vida, mês da estação das flores, que foi escolhido para alertar sobre um assunto muito importante e atual, o suicídio.

Desde 2015, setembro se dedica a prevenção ao suicídio, “apenas hoje, até o final do dia, 32 brasileiros vão morrer por suicídio. A questão é de saúde pública, nove em cada dez destas mortes poderiam ser evitadas, pois a pessoa passava por um transtorno mental naquele momento e não recebeu ajuda a tempo (www.cvv.org.br)”. Segundo o CVV (Centro de Valorização da Vida), “são 830 brasileiros que buscam a morte todos os dias, o que dá uma média de uma pessoa a cada dois minutos”, situação é gravíssima, que atinge na maioria jovens, mas também adultos e idosos, não escolhendo classe social. É alarmante, os números globais são assustadores, a cada 40 segundos, uma pessoa tira a própria vida.

É tão comum a prática do suicídio, que é certo que você tenha conhecido alguém que tirou a própria vida, ou até mesmo alguém de sua família.

A ideia destas linhas é alertar sobre o tema, despertar a conversa e perceber que temos a nossa volta, pessoas áridas e ressequidas pelos sofrimentos da vida e que buscam refrigério, uma sobra pra descansar, ombros pra se aliviarem e ouvidos que as escutem e lhes tragam paz.

Muitas dessas pessoas que sofrem, já não tem forças para pedirem ajuda, precisam ser notadas, que têm importância, existência, espaço e presença nesta vida.

A “Campanha do CVV, do Setembro Amarelo (www.setembroamarelo.org.br), doe um minuto de sua vida, um pouco de tempo”, nos convida à este olhar para o outro, especialmente os que sofrem e todos podemos ajudar...

Importante falar do assunto “suicídio”, buscar conhecimento e ter coragem de quebrar tabus, e principalmente buscar na alegria de viver, o instrumento e arma para vencer esta grande batalha pela vida.

Setembro, tempo de olhar e perceber o outro, seja ele próximo, ou não, tempo de envolver o máximo de pessoas nesta causa, que de fato é de todos, a promoção da vida: “Eu vim para que todos tenham vida e vida em abundância (João 10,10)”, enfim, todos viemos para a vida e para que o outro tenha vida...

Setembro, ás vezes é preciso “sonhar com a sombra do Ipê Amarelo o ano inteiro, uma vida inteira”, e lutar por isso.

José Alexandre Faria

Visite, entre na Campanha:

https://www.cvv.org.br/blog/um-setembro-mais-amarelo/

 

 

anuncio